Viver um conto de fadas

•Dezembro 4, 2017 • Deixe um Comentário

bologna-san-petronio-piazza-maggiore

Por Fabíola Musarra

Dormir num “castelo” do século 18, envolvido por objetos de arte e pinturas originais da época, e pisar em mármore impecavelmente polido. Despertar num quarto de princesa e saber que em pouco mais de cinco minutos a pé estará diante de monumentos históricos construídos muito antes de a Itália ser unificada em 1870. Viver, de fato, como um personagem de uma mágica fábula. Sim, é essa a privilegiada experiência que o Grand Hotel Majestic Già Baglioni oferece.

Grand Hotel Majestic - Fachada.jpg

Além de ser ele próprio um dos tesouros de Bolonha, a capital da Emilia Romana, o histórico e luxuoso hotel de cinco estrelas está situado bem no coração da belíssima cidade italiana e preserva intactos os séculos que atravessou e que, resistente, ainda testemunha. Bolonha concentra grande número de construções medievais e outras ainda mais antigas – a Via Emilia, por exemplo, foi feita na época do Império Romano.

Mapa da antiga Via Emilia

Foi construída por volta de 187 a.C., sob a orientação do cônsul Marco Emilio Lepido. Ela atravessa Bolonha e diversas cidades situadas na Emília Romana, região situada um pouco mais ao Norte de Roma, capital da Itália. Para ser mais precisa, estende-se da bela Rimini banhada pelo Mar Adriático até Piacenza – Rimini foi crida em 268 a.C. Na época, a cidade chamava-se Ariminum.

Bologna_Piazza_Maggiore_panorama

A Via Emilia é uma atração a mais de Bolonha, mas não é a única. Com excelente localização, o Grand Hotel Majestic Già Baglioni é um passaporte garantido para quem deseja conhecer essa joia da humanidade e outras que se multiplicam pelo centro histórico e financeiro da cidade: fica a poucos passos de museus, teatros, galerias e catedrais, bares e restaurantes.

torre-de-asinelli-e-torre-garisenda

Para dar uma ideia, o hotel está a 500 metros das Torres Asinelli e Garisenda, dois emblemáticos ícones da cidade erguidos na Idade Média. Com 97,2 m de altura, o equivalente a um edifício de 33 andares, a primeira pode ser visitada – são 498 degraus de madeira de subida por uma escada rústica e estreita erguida nos primeiros anos do século 12.  Mais outros 498 degraus de descida. Mas, vale a pena: Bolonha vista do alto é ainda mais bonita.

torre-de-asinelli-foto-pixabay

Já a Garisenda (1351/1360) não é aberta à visitação. Tem 48,16 metros, mas quando foi erguida a pedido da família que empresta seu sobrenome à torre, era para ter 60 metros de altura. Porém, o solo cedeu e os “construtores” da Idade Medieval, temendo uma catástrofe, decidiram mantê-la com o tamanho atual. Como a famosa Torre de Pizza, as duas torres bolonhesas também estão pendendo com o passar dos anos. E essas inclinações são visíveis.

basilica-san_petronio

O hotel também está praticamente ao lado da efervescente Piazza Maggiore, onde fica a Basílica de San Petronio (padroeiro da cidade), e da Praça da Porta Ravegnana (são 300 metros), e a 200 metros dos palácios Accursio, do Podestà e Re Enzo. Fica ainda a apenas 400 metros do mercado e do Museu Cívico Arqueológico (demora quatro minutos). Pouco mais distante, a 900 metros, encontra-se o Complexo de Santo Stefano.

Recepção.png

Embora o hotel tenha “nascido” há tanto tempo, seus quartos e suítes oferecem mimos e mordomias dos tempos modernos – wi-fi, telefone, TV de plasma, minibar, cama king-size, cofre… Todos são decorados com extremo requinte. Alguns ostentam lindos mosaicos. Outros, armários de espelho – cada um deles tem um visual diferente. Para a alegria das mulheres, os banheiros são bem iluminados e amplos. E as amenities, da Trussardi. Preciso dizer mais?

Grand_Hotel_Majestic - suíte.jpg

O serviço imaculado e a tecnologia de última geração se alinham com o ar aristocrático que o hotel emana. E essa característica também pode ser notada no restaurante I Carracci, um elegante salão do século 15 e que foi anexado ao hotel apenas no início do século 20. O luxuoso espaço guarda afrescos originais da escola de Fratelli Carracci (daí o seu nome).

Grand_Hotel Majestic_bologna_Ristorante_Carracci_9_0.jpg

O restaurante com serviço à la carte serve uma refinada cozinha ligada à enogastronomia da região (a Emilia Romana é bastante conhecida pela sua rica culinária), tornando a sofisticada casa em uma das mais elegantes e originais em Bolonha. É aberto ao público no almoço e jantar. Funciona diariamente das 12h30 às 14h30 e das 19h30 às 22h30. Buon apetito!

 

SERVIÇO

Grand Hotel Majestic Già Baglioni – Via dell’Indipendenza, 8 – 40121 Bolonha, Itália, tel.: (39 + 051) 225445. O acesso para pessoas com deficiência é garantido graças a um inovador “sistema” de elevadores de escadas portáteis.

Informações: www.duetorrihotels.com

 

Anúncios

Dias encantados em um ecossistema tupiniquim

•Dezembro 2, 2017 • Deixe um Comentário

No centro-oeste do Brasil e distante cerca de 160 km de Goiânia, a capital de Goiás, pulsa Rio Quente. Recém-emancipada, a cidade, ao lado da vizinha Caldas Novas, abriga o maior complexo de águas hidrotermais do planeta.

 

Por Fabíola Musarra

 

Rio Quente - Wikimedia

Rio Quente é um encantador “pedacinho” de Brasil. Quer pelas suas águas termais, quer pelas atrações que concentra. Emancipado de Caldas Novas em 1988, o município de Goiás foi batizado com o mesmo nome do maior rio de águas quentes do planeta: o Rio Quente. Ele nasce na Serra de Caldas e suas águas passam pela antiga Fazenda das Águas Quentes, onde hoje funciona o Rio Quente Resorts.

O Rio Quente e a Serra de Caldas.jpg

Com águas de temperatura média de 38º graus, o Rio Quente nasce na Serra de Caldas e atravessa a antiga fazenda onde hoje fica o complexo. Foto: Divulgação. 

 

Com pouco mais de seis mil habitantes e com economia que gira em torno do movimento turístico proporcionado por suas águas termais e quentinhas, Rio Quente recebe mais de 1,5 milhão de visitantes por ano. São turistas de todas as idades, vindos de diferentes cidades brasileiras e do Exterior.

Amanhecer no cerrado - Foto Pixabay.jpg

Amanhecer no cerrado, um ecossistema de 1,5 milhão de km² que abrange oito Estados do Brasil Central: Distrito Federal, Minas Gerais, Bahia, Goiás, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Piauí. Foto: Pixabay.

 

Ali eles chegam principalmente para se hospedar no Rio Quente Resorts, uma miniatura de cidade que ocupa um espaço de 497 mil metros quadrados em meio à exuberante natureza do cerrado, um ecossistema que sozinho representa 5% da fauna e da flora mundiais e 23% do território brasileiro. O complexo é visitado o ano todo, sobretudo pelas famílias.

Piscinas de ondas - Foto Wikimidia.jpg

Sinônimo de diversão garantida, a Praia  do Cerrado fica no interior do Hot Park.

 

O motivo? Os caprichos da natureza podem incluir chuva na viagem de qualquer mortal. Mas em Rio Quente isso não é motivo para “estragar” a programação. Ao contrário, é só mais uma razão para você aproveitar o que o empreendimento tem de melhor e curtir um dia inteirinho nas águas termais de suas piscinas naturais.

Parque das Fontes - Foto Wikimedia.jpg

Uma das piscinas de águas termais do Rio Quente  Resorts. Foto: Wikimedia.

 

Ficou interessado? Então, saiba que esse paraíso tem endereço: está a aproximadamente 820 km de São Paulo (SP), 160 km de Goiânia (GO) e a exatos 27 km de Caldas Novas (GO). O resort, aliás, “nasceu” e se desenvolveu a partir da inauguração de seu primeiro hotel no início da década de 1960: a Pousada do Rio Quente.

Construído em madeira, o pioneiro hotel, hoje totalmente remodelado, guarda em seu interior um painel tipo linha do tempo, onde é possível conhecer toda a sua trajetória. Seus quartos são para não fumantes e têm ar-condicionado e tevê a cabo. Oferece diárias com café da manhã, serviço de quarto e piscina, além de internet e estacionamento gratuitos.

Restaurante Cora Coralina.jpg

Fachada do restaurante que funciona na Pousada do Rio Quente, o hotel mais antigo do complexo. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Abriga ainda o restaurante Casa de Cora, nome dado em homenagem a escritora goiana Cora Coralina. Tanto nele como em todos os demais restaurantes dos hotéis da rede, você vai saborear carnes, peixes, aves, massas e sobremesas, além de pratos da gastronomia da região, como o arroz com pequi e a galinhada também preparada com o típico fruto do cerrado.

Peixe na telha - Prato típico em  Goiás.jpg

Peixe na telha, um prato tradicional da gastronomia regional. Ao fundo, pequis, fruto típico do cerrado goiano.

 

Todos os pratos são acompanhados por folhas e vegetais fresquinhos, que são plantados e cultivados na horta do Rio Quente Resorts. Também é em uma unidade de seu interior que as refeições são preparadas, sendo posteriormente distribuídas para cada um de seus restaurantes.

Ao todo, o complexo possui sete hotéis – a Pousada do Rio Quente, o Hotel Turismo, o Rio Quente Cristal Resort, o Giardino Suítes, o Rio Quente Suíte & Flat III, o Rio Quente Suíte & Flat I e o Eco Chalés, este último fica no Eko Aventura Park. O traslado e o acesso a eles são ilimitados e gratuitos para hóspedes.

Parque das Fontes- Foto Adilson Zavarize.jpg

Piscina natural do Parque das Fontes abastecida pelo Rio Quente. As  pedras  do solo do rio são visiveis nesta imagem – Foto: Adilson Zavarize.

 

O mesmo acontece com os três parques da rede – o das Fontes, o Hot Park e o Eko Aventura Park. Caso deseje conhecer um deles, você pode usar o transporte gratuito 24 horas disponibilizado pela rede. Via de regra, os ônibus ou carrinhos passam a cada 20 minutos – a recepção do hotel pode te informar o local da partida.

A sua entrada nos espaços do complexo é garantida por uma pulseira de identificação. Outra coisa que vai facilitar a sua vida é o cartão magnético. Além de ser a chave de sua acomodação, funciona como uma espécie de cartão de crédito. Com ele, você pode comprar de tudo, sem ter de ficar andando com dinheiro.

Praia do cerrado - Hot Park.jpg

Agito e baladas – Nesta miniatura de cidade não faltam opções de lazer, desde academia, pista de cooper, SPA, salão de beleza e butiques até quadras para jogar tênis, beach tênis, futebol, vôlei e futevôlei. Há, ainda, o lago para pesca esportiva (atividade cobrada à parte) e aulas hidrorecreativas com a equipe de animação do Hot Park.

Toldo-1.jpg

Todas as noites o espaço é palco de shows e espetáculos. Foto: Caroline de Oliveira.

 

A infraestrutura de lazer e de serviços da rede inclui ainda o Toldo do Bosque, onde todas as noites acontecem shows musicais e espetáculos variados. Abriga ainda pizzaria, lanchonetes, hamburgueria e a Bello Gelatto, com sorvete artesanal produzido no resort.

Bar do Rio Quente

O complexo oferece opções para embalar a noite dos boêmios. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Se você gosta mesmo de curtir a noite, outras dicas são o bar Stella Artois Lounge e o Club Chopp Brahma. Neles, além de porções, pode degustar cervejas, chopes, vinhos e outras bebidas. E se sentir fome entre um intervalo e outro antes da refeição principal, pode petiscar nos bares, incluindo nos molhados, das piscinas naturais do Parque das Fontes.

Você também pode comer e bebericar nos lounges do complexo (são um charme), onde acontecem apresentações de stand up comedy, rodas de samba, shows de pop rock, música ao vivo, piano bar e sunset parties com música eletrônica.

Enfim, as atividades oferecidas pelo resort são muitas. Aliás, impossível esgotar todas as opções em uma única visita, sempre há motivo para voltar. Sem contar que, todos os anos, o complexo incorpora novas atrações à programação. A iniciativa faz parte da estratégia de marketing para atrair cada vez mais hóspedes.

Hotel-Turismo - piscina.jpg

Piscina do Hotel Turismo, de localização privilegiada. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Comer e dormir – Agora, que “conhece” essa pequena cidade é bom programar sua hospedagem. O Hotel Turismo é o mais cobiçado, pois está situado no coração do complexo, bem pertinho do Hot Park e do Parque das Fontes. Com um jardim assinado por Burle Marx, não tem o burburinho do Hotel Pousada, o mais popular do empreendimento.

Jardim-Burle-Marx-1

Jardim projetado por Burle Marx. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Inaugurado em 1977 e repaginado em 2014, exibe visual clean e contemporâneo, marcado por linhas retas e cores claras. Se interiormente, a sua decoração é impecável, o seu exterior é abraçado pelo verde e oferece uma mágica vista para a Serra de Caldas. Tem amplo espaço para lazer, duas piscinas de adultos, bar e lago para pesca.

O hotel disponibiliza 148 quartos, distribuídos em quatro diferentes opções de hospedagem: Superior (com cama de casal, cama de solteiro e cama extra), Família (duas camas king), Master (dois ambientes decorados com cama de casal, sofá-cama para duas pessoas e jacuzzi) e Presidencial, duplex com dois quartos, cama de casal, duas de solteiro, cama extra e jacuzzi.

Hotel-Turismo- quarto

Quarto do Hotel Turismo. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Todas as acomodações estão equipadas com ar-condicionado, tevê a cabo, frigobar, telefone, cofre eletrônico, secador de cabelo, amenities e wi-fi gratuito. O hotel conta ainda com a copa da mamãe (tem fogão, micro-ondas e utensílios para preparar a alimentação dos bebês), centro de convenções e estacionamento gratuito aos hóspedes, com manobrista.

Para as crianças de até cinco anos, oferece uma brinquedoteca (o complexo tem duas – a outra funciona no Rio Quente Cristal Resort), equipada com livros e brinquedos pedagógicos. O espaço é lúdico e decorado com os personagens da Turma do Cerrado, integrada por 12 mascotes do empreendimento.

Restaurante-Pequi-6.jpg

Bufê de sobremesas do Restaurante Pequi. Foto: Caroline de Oliveira.

 

No Hotel Turismo, as refeições são feitas no Restaurante Pequi, que serve um variado bufê no café da manhã, com frutas, iogurtes, frios, pães, bolos, omeletes e tapiocas. No almoço, há variedade de saladas, pratos quentes e sobremesas. No jantar, o restaurante funciona com serviço à la carte.

Já as diárias do hotel podem ser ou não ser em regime de meia pensão, com cortesia para duas crianças de até 12 anos incompletos, desde que na mesma acomodação dos pais. Todas as tarifas são acrescidas de impostos, taxas de serviço e taxa de turismo.

A cobrança de tarifas e taxas também é praticada no Rio Quente Cristal Resort, o mais novo da rede. Com paisagismo assinado por Benedito Abbud e arquitetura contemporânea, é dividido em quatro blocos de apartamentos, cada um deles batizado com o nome de um dos quatro elementos da natureza: água, terra, fogo e ar.

O Cristal, como é mais conhecido o resort, é o lar de uma piscina de borda infinita de águas quentes com vista cinematográfica da Serra de Caldas, e do Atrio Veridis, um espaço com teto verde sobre um espelho de água. Possui dois espaços gastronômicos: a Adega Centro da Terra, exclusiva para a degustação de vinhos, e o Bar dos Ventos, além do Restaurante da Mata. Oferece estacionamento gratuito para os hóspedes com manobrista.

Hotel Cristal - Foto Adilson Zavarize.jpg

Um dos blocos do Cristal Resort – Foto: Adilson Zavarize.

 

O Cristal tem 196 apartamentos com varandas, divididos em: 86 Suítes Máster (tem 58m², acomoda até cinco pessoas), 104 Apartamentos Premium (43 m², para até quatro pessoas), quatro apartamentos adaptados a portadores de necessidades especiais (32 m², para até três pessoas) e duas suítes presidenciais (145 m², acomoda até oito pessoas).

Já o Giardino Suítes, o Rio Quente Suíte & Flat III e o Rio Quente Suíte & Flat I estão 800 metros distantes da entrada do Rio Quente Resorts, em Esplanada. Com lojas, bares, restaurantes, pizzarias, sorveterias, mercados, salões de beleza e outros serviços, o efervescente bairro de Rio Quente oferece de tudo e tem um custo 30% menor do que os praticados no complexo.

Flat

Restaurante do Giardino Suítes, em Esplanada. Foto: Caroline de Oliveira.

 

Com decoração que remete aos vilarejos italianos, jardins e piscina, o Giardino tem apartamentos com capacidade para acomodar até sete pessoas. Todos têm tevê, frigobar, ar-condicionado, telefone e wi-fi gratuito. Com restaurante, bar, copa baby, academia, loja de conveniência e recepção 24 horas, oferece os serviços de quarto e de transfer gratuito para o complexo, assim como o Rio Quente Suíte & Flat III e o Rio Quente Suíte & Flat I.

Flat em Esplanada.jpg

Rio Quente Suíte & Flat I, um dos hotéis do complexo. Foto: Caroline de Oliveira

 

Em estilo neoclássico, o Rio Quente Suíte & Flat III abriga restaurante temático e acomodações, com acesso facilitado aos apartamentos com elevador. Já o Rio Quente Suíte & Flat I tem piscina de águas quentes, restaurante e apartamentos divididos em dois ambientes, enquanto o Eko Chalé fica a 4 km do complexo, no Eko Aventura Park. Tem apartamentos confortáveis, piscina com água quente, bar molhado, restaurante e estacionamento.

Parque Eko Aventura - Foto - Adilson Zavarize.jpg

Além de chalés, o Eko Aventura Park oferece diversas atividades esportivas, como quadriciclo, rafting, duck e airsoft. Foto: Adilson Zavarize. 

 

Diversas agências e operadoras oferecem a viagem para Rio Quente, porém disponibilizam serviços e preços diferentes – algumas operadoras incluem o traslado aéreo e o terrestre. Outras, não. Portanto, é preciso pesquisar antes  de adquirir o pacote. Um lembrete: os meses de férias escolares são sempre os mais concorridos e caros.

Pacotes à parte, saiba que quando chegar ao seu destino estará pisando em um pedacinho do Brasil de absoluto aconchego. O Rio Quente Resort, por sinal, é um irrecusável convite para quem nele chega se deixar seduzir por toda a sua magia.

Informações: www.rioquenteresorts.com.br

Ramada Encore Tiradentes é ponto de partida para roteiro religioso na cidade de São Paulo

•Dezembro 1, 2017 • Deixe um Comentário

Os arredores do hotel, localizado entre as estações de metrô Tiradentes e Armênia, guardam preciosos atrativos religiosos.

Catedral da Sé - Foto Rodrigo Soldon

A Catedral Metropolitana de São Paulo, também conhecida como Catedral da Sé, faz parte do tour da  fé. Foto: Rodrigo Soldon.

 

Por Elíria Buso

 

Em recente apresentação em Portugal, a secretária Nacional de Qualificação e Promoção do Turismo, Teté Bezerra, apresentou números que apontam um movimento de 4,4 bilhões de dólares decorrentes de 20 milhões de viagens por ano, no Brasil, motivadas pela fé.

Além de destinos no interior e nas regiões Norte e Nordeste, São Paulo é um destino rico em atrativos do turismo religioso. A região central da cidade, principalmente, possui templos, catedrais, museus e monumentos que atraem o público que viaja pelos caminhos da fé.

De acordo com a pesquisa apontada por Teté, uma característica comum a todos os destinos religiosos e seus atrativos é a capacidade de movimentar a cadeia turística como hospedagem, alimentação e artesanato. O turismo movido pela fé também leva o visitante a conhecer outros atrativos, beneficiando o entorno do destino principal.

Pensando nisso, a Vert Hotéis preparou um roteiro religioso com as principais atrações da capital paulista. O  ponto de partida para esse tour é o Ramada Encore São Paulo Tiradentes, localizado no Bom Retiro, entre as estações Tiradentes e Armênia do metrô. Saindo dali, a primeira parada é o Museu de Arte Sacra.

Mosteiro_da_Luz_(Museu_de_Arte_Sacra)_01.JPG

Localizado no complexo do Mosteiro da Luz, o espaço reúne mais de 18 mil peças do acervo de dom Duarte Leopoldo e Silva, incluindo imagens, pinturas e pratarias que datam desde o século 16 até os dias de hoje. Outro destaque no museu é o acervo de presépios.

Túmulo de Frei Galvão - Foto Mosteiro da Luz

No mesmo complexo encontra-se o túmulo de Frei Galvão, na capela em sua homenagem. E graças ao primeiro santo brasileiro, que participou do projeto de construção do mosteiro, as freiras distribuem, até hoje, suas famosas pílulas milagrosas.

Catedral Armênia de  São Paulo - São Jorge - SP.jpg

Igreja Apostólica Armênia de São Paulo São Jorge – Foto: site  Alô Tatuapé.

A segunda parada é a Paróquia Armênia Católica, que chama a atenção de quem passa com sua arquitetura diferente. Além disso, as missas são todas celebradas em armênio. Como a própria estação de metrô remete, a região tem forte presença dessa cultura. Por isso, do outro lado da rua, há a Igreja Apostólica Armênia São Jorge, que abriga uma cruz de pedra típica do país.

scristovao_0.jpg

Ainda na Avenida Tiradentes, quase em frente à Estação da Luz, está a Igreja de São Cristóvão. Construída em 1856 e restaurada em 2001, a igreja faz homenagem ao santo padroeiro dos motoristas. Segundo a lenda, aquele que olha para a imagem do santo passa o dia protegido. A igreja recebe peregrinos de todos os lugares, inclusive caminhoneiros, taxistas e motoristas.

Roteiro de metrô – Além dos atrativos que podem ser visitados a pé, é possível estender o passeio embarcando no metrô. Saindo da Luz, as próximas paradas, São Bento e Sé, abrigam os principais pontos de turismo religioso da cidade: Catedral da Sé, Igreja e Convento de São Francisco, Igreja da Ordem Terceira do Carmo e Mosteiro de São Bento.

Ramadá Tiradentes

Onde ficar – Recém-inaugurado, o hotel Ramada Encore São Paulo Tiradentes oferece 179 apartamentos, distribuídos em seis andares, além de gastronomia diferenciada com bar temático, pizzaria e um descolado espaço de convivência, o “The Hub”, com internet wi-fi cortesia e um mercadinho express. Mais informações: www.verthoteis.com.br

 

A fantástica fábrica da gastronomia italiana

•Novembro 28, 2017 • Deixe um Comentário

Centro de Convenções_preview.jpeg.jpg

A FICO Eataly World, feira que acontece na Bolonha, é um imenso painel dos produtos produzidos na Itália e que são usados em pratos da tradicional culinária do país.

 

Por Fabíola Musarra                                                                   Fotos: FICO Eataly World

 

Você está ou pretende ir para a Bolonha, na Itália? Além de explorar a beleza medieval da capital da região da Emília Romana, que tal conhecer e experimentar os sabores oferecidos na FICO Eataly World. Aberta ao público no início de novembro, a feira tem como proposta proporcionar aos visitantes um panorama completo sobre a agricultura italiana, oferecendo-lhes ainda experiências divertidas e educativas.

Totem_Unesco_preview.jpeg.jpg

Instalada em uma área de dez hectares, a Fábrica Italiana de Agricultura (FICO) é uma iniciativa (entenda, um gigantesco parque de comida) que está sendo realizada pela primeira vez na cidade, mas tem a intenção de ser uma mostra permanente, a ser repetida todos os anos. Enquanto isso não acontece, aproveite e vá visitar esse incrível espaço, saboreando as delícias que são produzidas no fértil solo italiano.

Flores_preview.jpeg.jpg

Um lembrete: a feira termina no dia 15 de janeiro do ano que vem. Agora que você já tem algumas informações, saiba que o evento planejado para retratar as maravilhas da biodiversidade italiana está dividido em duas partes: dois hectares abertos, com campos semeados por duas mil variedades de produtos “nascidos na terra” e estábulos onde estão alojados mais de 200 animais, entre vacas, porcos, cabras, lebres e outros.

Um dos estábulos da FICO_preview.jpeg.jpg

Já nos outros oito hectares cobertos estão instaladas 40 fábricas agrícolas. Nelas, você vai poder aprender sobre o processamento de alimentos, vendo de perto como são produzidos os queijos, a massa, o famoso presunto, o azeite (ali chamado de óleo), o vinagre balsâmico, a carne, o peixe, a cerveja, os doces e muitas outras tentações italianas. Para assistir essas pequenas aulas, é preciso agendar com o fabricante, em seu estande na própria feira ou pelo seu site.

Preparo de massa. Di Martino.jpeg.jpg

Preparo de Tortellino_preview.jpeg

Depois da teoria, nada melhor do que experimentar a comida tradicional italiana. Para isso, basta escolher entre um dos mais de 45 restaurantes que ali estão funcionando. Eles oferecem desde fast-food até requintados pratos de massas e carnes, por exemplo. Se preferir, pode petiscar nos diferentes quiosques de sucos, vinhos, queijos, azeites, frutas, chocolates, sanduíches… Há, ainda, um imenso mercado, onde você pode comprar produtos fresquinhos, incluindo graciosos vasinhos de flores.

Horta de verduras da FICO_preview.jpeg.jpg

Antes de entrar no mundo da gastronomia italiana, é bom ter uma noção do que está prestes a desvendar. Disse que a feira é gigantesca, não disse? E é! Você pode percorrer o seu amplo interior a pé ou de bike. Se esta última é a sua opção, lá, dentro do parque, você pode alugar uma e sair pedalando por conta própria. Ou, pode ainda contratar um tour de bicicleta guiado por profissionais da FICO.

FICOBIKE_preview.jpeg.jpg

Trenzinho Freccia Rossa 1000. Ele conduz visitantes nas áreas abertas da FICO- FICO_preview.jpeg.jpg

O trenzinho conduz os visitantes pelo campos e estábulos da feira.

Além de toda a estrutura de serviços, a feira também abriga áreas dedicadas ao esporte e às atividades educacionais, como sala de leitura, livrarias, quatro universidades e cinema. Já seis grandes carrosséis educativos que vão te conduzir em um passeio lúdico pelos temas “Homem e Fogo”, “Homem e Terra”, “Homem e Mar”, “Homem e Animais”, “Homem: do Solo à Garrafa” e “Homem e Futuro”.

Carrossel Homem e Fogo.jpg

E se o assunto é aprender, você pode se inscrever e participar de 30 eventos e 50 aulas que acontecem diariamente nas salas de aula, teatros e instalações de aprendizagem da FICO. Ali também funciona um centro de congressos, com salas para reuniões e conferências e capacidade para acomodar de 50 a mil pessoas. Planeje a sua visita e aproveite tudo o que a FICO tem de melhor. Boa degustação!

Cassata Palazzolo_preview.jpeg

 

SERVIÇO

FICO Eataly World, Via Paolo Canali, 8, 40127, Bolonha (BO), Itália. Site: http://www.eatalyworld.it

 

Em Cumbuco, desfrute de uma hospedagem exclusiva no Minor Hotels

•Novembro 20, 2017 • Deixe um Comentário

O ecoresort é um destino para estrangeiros e brasileiros que deixam a metrópole no fim de semana para passear pelas cenográficas praias cearenses e subir as dunas de areia com bugue e quadriciclo.

 

Por Cláudio Lacerda Oliva, com edição de Fabíola Musarra

 

Cumbuco-Descubra-a-costa-do-cumbuco-de-barco

Está indo para Fortaleza? Já sabe onde se hospedar? Quer uma sugestão? A região metropolitana da capital cearense tem uma recém-inaugurada e aconchegante opção de hospedagem: o Minor Hotels Cumbuco Ecoresort, localizado na Praia de Cumbuco e banhado pela Lagoa do Banana, no Ceará.

Cumbuco 1

Plenamente integrado a uma cinematográfica paisagem natural, este pequeno ecoresort tem a localização ideal para os adeptos da natureza, do meio ambiente e dos desportos náuticos, como kitesurfe e windsurfe. Também é perfeito para passeios de caiaque e de lancha na belíssima Lagoa do Banana, onde se situa o empreendimento.

Arrendamento-ferias-Cumbuco-Villa-Fortaleza_45

Localizada na Praia do Cumbuco, a 30 quilômetros de Fortaleza, é uma das primeiras paradas da Costa do Sol Poente para as emocionantes experiências que somente as praias do Ceará podem oferecer. À beira-mar estão ancoradas jangadas que conduzem os visitantes a um inesquecível passeio pelo mar. Cumbuco é um lugar que atrai turistas de todo o mundo e tem fácil acesso do Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Praia de Cumbuco.jpg

Uma localização privilegiada, com praias paradisíacas, dunas de areia dourada, céu azul e mar quente, o pequeno resort é um irrecusável convite para mergulhos, para a prática de esportes aquáticos e para o lazer das famílias. O clima é incomparável, quente e fresco, com temperaturas variando entre 25ºC e 32ºC, constantes nos 12 meses do ano.

Quadriciclo nas dunas de Cumbuco - Foto  Panoramio.jpg

Cumbuco é um destino para estrangeiros e brasileiros que deixam a metrópole no fim de semana para passear pelas praias e subir as douradas dunas de areia com bugue ou quadriciclo. O lugar também é bastante animado durante a noite, com os seus restaurantes, clubes e discotecas. Já o complexo industrial e portuário do Pecém (CIPP) está a apenas 15 quilômetros de distância do ecoresort.

Lagoa do Banana - Cumbuco - Foto site Meu Rancho

Lagoa  do  Banana, perfeita para refrescantes mergulhos e passeios de  caiaque e lancha. Foto: Site Meu Rancho.

Aconchegante, o Minor Hotels Cumbuco Ecoresort é um hotel de característica única nesta região internacionalmente conhecida por suas dunas e pela prática de kitesurfe. Sua localização, no alto de uma duna, possibilita uma imperdível vista do mar e da Lagoa do Banana. Também está à margem de uma rodovia que leva ao Porto do Pecém, ao Condomínio Summerville e ao Café de La Musique, entre outros empreendimentos.

Cumbuco - abre

Inserida na rota internacional dos praticantes de kitesurfe, a região foi candidata a sediar as competições dos Jogos Olímpicos de 2016.

Com uma área de 25 mil metros quadrados, o empreendimento conta apenas com dez suítes, pois tem como proposta oferecer aos seus hóspedes a melhor experiência utilizando o conceito de privacidade e exclusividade. O hotel é de categoria superior e de estrutura com alto valor agregado em suas instalações. Futuramente, pretende disponibilizar outras 20 suítes e/ou bangalôs, totalizando 30 exclusivas uh’s.

Minor-hotels-cumbuco-ecoresor - piscina

O ecoresort oferece living lounge com serviços de Recepção/Lobby/Bar, piscina para adultos e outra para as crianças, bar piscina, deck com churrasqueira na beira da Lagoa do Banana, cozinha industrial capaz de produzir até cem refeições por dia e restaurante com capacidade para até 25 pessoas. Disponibiliza nove suítes com 30 m2, além de uma suíte com 35 m2 com uma varanda e capacidade para abrigar até três pessoas.

Todas as dez suítes estão equipadas com TV LED, telefone para ligações nacionais e internacionais, despertador de cabeceira, frigobar, cofre digital, espelho back light, mesa de trabalho, wi-fi para a conexão com a internet, secador de cabelo, roupão e chinelos personalizados. Sua extensa área de lazer contempla playground, viveiros e baias com animais – potros, carneirinhos, vacas, avestruz e pavão, entre outros.

g_minor-hotels-cumbuco-ecoresor - animais.jpg

Para recreação e entretenimento da garotada, disponibiliza uma sala de leitura com uma mini-biblioteca, uma área de lazer com mesa de jogos interativos para crianças, pebolim, mesa de snooker e jogos de baralho. Conta ainda com campo de futebol, quadra poliesportiva, fitness e loja de conveniência.

Lagoa do Banana - Ceará - Foto Tripadvisor

O resort é um pequeno paraíso permeado por praias, dunas,  coqueirais e pela belíssima Lagoa do Banana. Foto: Tripadvisor. 

As diárias incluem um caprichado café da manhã com mais de 40 itens, desde frios, pães e bolos até sucos e frutas, incluindo as típicas da região. O empreendimento já está aceitando reservas para as festas de final de ano, como Natal e Revéillon. Para obter mais informações, acesse www.minorhotels.com.br ou (85) 3368-2084.

Bistrô de Santo Antônio do Pinhal tem novo cardápio inspirado na culinária da cidade do interior de São Paulo

•Novembro 17, 2017 • Deixe um Comentário

pousada-quatro-estacoes-de-pinhal-lago-1024x683.jpg

Vista externa do Bistrô seu Beneditú. Foto: Wagner Ribeiro

Por Fabíola Musarra

O Bistrô Seu Beneditú da Pousada Quatro Estações de Pinhal, em Santo Antônio do Pinhal, a 172 km de São Paulo,  acaba de  lançar um novo cardápio inspirado na culinária da cidade. A partir de releituras do chefe Daniel Ferreira, as receitas tradicionais da região, como a galinha caipira e a vaca atolada, ganharam um toque sofisticado da alta gastronomia.

Pousada-Quatro-Estações-de-Pinhal-SP.jpg

Natural de Santo Antônio do Pinhal, o chefe Daniel Ferreira trouxe para o novo menu receitas carregadas de emoção. “A mudança no cardápio está ligada à minha paixão pela comida regional e, neste caso em especial, fiz uma releitura das receitas que marcaram as minhas lembranças de infância”, conta o chefe.

Os novos pratos também adotam o conceito de slow food, respeitando o tempo adequado de preparação das receitas. Os ingredientes do novo cardápio são fornecidos por pequenos produtores locais, com objetivo de oferecer aos visitantes os sabores exclusivos de Santo Antônio do Pinhal.

Carne.jpg

Vaca Atolada – Bistrô Seu Beneditú. FotoWagner Ribeiro

No novo menu, vaca atolada, com costela bovina cozida em baixa temperatura, servida com mandioca cremosa e farofa de bacon (R$ 47). Também a galinha caipira desfiada e o risoto suã são destaque. A  primeira é acompanhada por polenta de milho verde e farofa de pinhão (R$ 52), enquanto o risoto leva carne suína (R$ 45).

Linguini.jpg

Linguini primavera – Bistrô Seu Beneditú. Foto: Wagner Ribeiro

O cardápio inclui ainda pratos, como o linguini primavera, massa servida com molho pesto, rúcula, tomate cereja e lascas de parmesão (R$ 35), além da truta à brasileira, com truta grelhada, preparada com molho de leite de coco, dendê, pimenta e pimentão. É servida com purê de mandioquinha e arroz branco (R$ 55).

Linguini.jpg

Truta à Brasileira – Bistrô Seu Beneditú. Foto: Wagner Ribeiro

Com capacidade para receber até 20 pessoas, o Bistrô Seu Beneditú está aberto diariamente e atende somente com reserva antecipada. Durante a semana, o horário de almoço é das 12 horas às 15 horas. Do jantar, das 19 horas às 22 horas. E, nos fins de semana, das 12 horas às 16 horas (almoço) e das 19 horas às 23 horas (jantar).

Para reservas e conhecer todos os pratos do novo cardápio do Bistrô Seu Beneditú, acesse www.pousada4estacoesdepinhal.com.br ou ligue (12) 3666-2260.

 

Black Friday da Vert Hotéis tem 40% de desconto

•Novembro 16, 2017 • Deixe um Comentário
Black Friday

A rede hoteleira dará desconto de hospedagem em seu hotéis. Foto: Divulgação.

 

Por Elíria Buso

A Black Friday invadiu o setor hoteleiro. A tradicional data do varejo americano já conquistou os brasileiros e agora, além de opções de produtos de consumo e tecnologia, o mercado hoteleiro vem oferecendo ótimas opções de hospedagem.

Sempre atenta às tendências do segmento e preocupada em oferecer as melhores condições para seus hóspedes, a Vert Hotéis também fará parte deste movimento. Durante o último fim de semana de novembro, de 24 a 26, a rede terá desconto de até 40% na tarifa Recarregue-se para hospedagem em um de seus hotéis.

A tarifa especial Recarregue-se, criada especialmente para aquele hóspede que precisa dar uma pausa na rotina e recarregar as energias, tem benefícios exclusivos como check-in exclusivo, late check-out às 14h e cortesia da terceira noite, além das facilidades de pagamento, em até cinco vezes sem juros.

Presente em São Paulo, Campinas, Osasco, Belo Horizonte, Lagoa Santa, Rio de Janeiro, Macaé, Campos dos Goytacazes, Natal, Parauapebas, Recife e Linhares, a Vert oferece o melhor da hotelaria essencial para transformar a estada do hóspede em uma experiência única e agradável.

As promoções da Black Friday são validas para hospedagem entre 1º/12/2017 a 31/1/2018 – exceto no hotel de Recife, em que o período se estende até 31/03/2018 – e estão sujeitas à disponibilidade de cada empreendimento.

Para saber mais, acesse: www.verthoteis.com.br