7 festivais para você comer bem e explorar um mundo de sabores nas férias

•Julho 11, 2018 • Deixe um Comentário

Experimentar receitas regionais é bom. Viajar, ainda melhor. Juntar as duas atividades é perfeito. Conheça algumas cidades brasileiras onde você pode fazer isso em julho.

 

Por Fabíola Musarra

 

Búzios - Foto  Istock - Ekaterina Belova.jpg

De olho nas férias escolares de julho, quando muita gente viaja, muitas cidades do Brasil são palco de irresistíveis festivais gastronômicos durante este mês, atraindo com delícias doces e salgadas um número maior de turistas à região. E eles chegam de diferentes lugares atraídos por receitas típicas e diferenciadas, preparadas com aromas e sabores tradicionais e, muitas vezes, inovadores.

 

O resultado da criatividade na cozinha brasileira surge em pães, doces, embutidos, vinhos, cervejas e cachaças… Paralelamente ao colorido mundo da gula, os festivais são ainda a oportunidade de assistir shows e participar de workshops gratuitos e experimentar a cozinha gourmet, além de oferecerem a possibilidade de conhecer o artesanato local e de disporem espaço para criançada se divertir. Confira alguns deles:

 

ATIBAIA – SÃO PAULO

Morangos - Atibaia - Foto Atibaia Connection

De 17 de julho a 17 de setembro, a cidade do Interior do Estado de São Paulo promove a segunda edição do festival gastronômico que tem no morango sua principal vedete. A iniciativa conta com a participação de restaurantes, bares, pizzarias, cafeterias e docerias do município paulista, apresentando aos presentes a diversidade gastronômica de Atibaia.

Acepipes de Morango do Seo Dito Bar e Restaurante - Atibaia (SP) - Foto Estilo Vip.jpg

São aromas e sabores que podem ser experimentados em entradas, pratos e sobremesas nos estabelecimentos participantes. Informações sobre o festival pelos telefones da Secretaria de Turismo: (11) 4414-0400 e 4411-7577 ou pelo e-mail: turismo@atibaia.sp.gov.br.

 

BÚZIOS – RIO DE JANEIRO

Búzios (RJ) - Foto Portal Veneza

De 13 a 15 de julho, Búzios é o lar de um dos principais festivais gastronômicos do Estado do Rio de Janeiro. Em sua 17ª edição, o evento tem a participação de 80 restaurantes da cidade, oferecendo receitas em porções de degustação a preços convidativos, com entradas e sobremesas a R$ 15, e pratos principais a R$ 22. O festival tem espaço para família, programação infantil e pratos veganos, vegetarianos e funcionais.  Informações: http://www.festbuzios.com.br.

 

BARRA DA TIJUCA – RIO DE JANEIRO

Produtos da Roça - Foto Sítio São João.jpg

De 19 a 22 de julho, a Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, promove o Sabores da Roça Downtown. O evento acontece no Shopping Downtown (Av. das Américas, 500) e reúne pequenos produtores rurais da Região Sudeste do Brasil, apresentando ao público as iguarias e os produtos típicos da roça.

PaesTortas - Foto Bolos da Vovó.jpg

Queijos, pães, doces, embutidos, vinhos, cervejas e cachaças são apenas algumas das delícias preparadas artesanalmente. Workshops gratuitos, cozinha gourmet, shows e exposição de artesanatos completam o cardápio. O festival tem ainda um espaço destinado à garotada.

 

ITACARÉ – BAHIA

A quinta edição do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré acontece entre 12 e 15 de julho, envolvendo cerca de 40 estabelecimentos baianos. No evento, restaurantes, bares e demais empreendimentos participantes apresentam pratos, petiscos, lanches, sobremesas e drinques preparados com produtos da agricultura local.

Itacaré  (BA) - Foto por iStock - DrC_Photography.jpg

Durante o festival, o público pode interagir com chefs convidados na preparação de pratos regionais. Para aquecer o inverno, shows musicais e feiras gastronômica e de agricultura familiar. Informações sobre a programação: http://www.itacare.com.br/itacare/megapage.php?adid=1617&what=5º+Festival+Sabores+de+Itacaré&lang=pt.

 

CARRANCAS – MINAS GERAIS

Cacheiras em Carrancas - Foto Trem das Gerais.jpg

Conhecida por suas exuberantes serras, grutas e  cachoeiras, a cidade do Sul de Minas Gerais se prepara para sediar a oitava edição do Festival de Gastronomia e Cultura de Carrancas. A iniciativa será realizada de 18 a 22 de julho, na Praça Manoel Moreira, Centro.

Carrancas

Além da degustação de pratos regionais, estão previstos shows musicais, workshops, espaço kids, espaço gourmet e apresentações do folclore local. Informações sobre a programação do festival podem ser obtidas no site http://www.gastronomiaemcarrancas.com.br.

Comida da roça - Carrancas (MG)

 

 

POMERODE – SANTA CATARINA

Pomerode (SC) - FotositeRodocide_1

Até o dia 15 de julho, a cidade catarinense considerada como a mais alemã do Brasil e possuidora de cenários bucólicos com casas em estilo enxaimel sedia o seu tradicional festival de gastronomia. O evento, que acontece há 14 anos, apresenta receitas que retratam a moderna gastronomia da Alemanha.

Pomerode (SC) - Foto Pinterest

Além das tentações gastronômicas, o evento tem ainda shows musicais, feira de artesanato, venda de pães e cucas assados em forno à lenha, chocolates e biscoitos. Informações: http://www.pomerode.com.br.

 

SÃO FRANCISCO DO SUL – SANTA CATARINA

Pelo oitavo ano consecutivo, o município mais antigo de Santa Catarina realiza o seu festival gastronômico. Ele acontece entre os dias 19 e 22 de julho, quando 20 estabelecimentos locais apresentam uma variedade de sabores com base na gastronomia típica desta cidade litorânea.

São Francisco do Sul - Santa Catarina - Foto Armando Magalhães - Guia Viajar  Melhor.jpg

São receitas inspiradas no oceano e preparadas, sobretudo,  com frutos de mar e com ostras – há muitas fazendas de cultivo do molusco na região. Quem for até lá, pode experimentar pratos salgados, doces e sobremesas, além de degustar vinhos, espumantes e chopes artesanais. Anote o endereço: Terminal Marítimo de Passageiros, Rua Babitonga nº 62, Centro Histórico.

Camarões e Lagosta - Foto Pixabay.jpg

 

Anúncios

Atrações culturais aquecem o Inverno no Triângulo das Serras paulista

•Julho 6, 2018 • Deixe um Comentário

Além de paisagens floridas e tingidas por montanhas e araucárias verdinhas, uma nova programação cultural está agitando o calendário de julho de três cidades da Serra da Mantiqueira paulista.

Por Fabíola Musarra 

Araucárias gigantes.jpg

 

Se você está pensando em curtir o frio nas badaladas cidades de Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal e São Bento do Sapucaí, na Serra da Mantiqueira, no Estado de São Paulo, saiba que, além do tradicional Festival de Inverno de música clássica e concertos, a agenda cultural da região tem novas atrações.

Em julho, o centro das atenções é o Festival de Música Erudita, cujo principal palco é o Auditório Claudio Santoro.

Elas foram idealizadas pelo Espaço LuzAzul Arte & Design da Mantiqueira com intuito de celebrar a estação mais fria do ano e de incentivar novos conhecimentos e amizades entre os participantes. Assim, desde junho, a nova programação cultural vem agitando os dias de Inverno destas três cidades serranas. E a recém-lançada agenda agora prossegue  com a realização de mais um evento bem legal.

LuzAzul2

Ficou interessado? Então, anote: em julho, a LuzAzul é o o palco onde será realizada a Oficina dos Sentidos. A sede da empresa fica no Circuito Turístico do Bairro dos Mellos, no chamado Triângulo das Serras, entre Campos do Jordão (15 km do centro), Santo Antônio do Pinhal (26 km) e 35 km de São Bento do Sapucaí.

A oficina será  realizada no dia 14, às 17h30, sob o comando de Eduardo Miguel e do chef e sommelier do Empório dos Mellos, Francisco Lima. Premiado no Brasil e no Exterior, Eduardo Miguel vai compartilhar com você e com os presentes os conhecimentos que tem sobre o tema, mostrando ainda a habilidade em extrair a fragrância característica de cada madeira.

Uvas e vinhos - Foto Pixabay.jpg

Por sua vez, o chef Lima, que há mais de uma década se dedica a difundir a cultura do vinho, vai te ensinar e aos participantes a reconhecer o aroma e o gosto da madeira nos vinhos que serão provados nesta degustação em que o olfato e o paladar são instigados a descobrir as semelhanças e diferenças entre tipos de madeira e vinhos brasileiros.

Produção de vinhos na Mantiqueira - Foto Senac

Na mini-aula, Lima também vai apresentar os vinhos de colheita de Inverno que estão sendo produzidos na região da Mantiqueira. A oficina custa R$ 90 por pessoa. E é preciso fazer reserva antecipada pelo telefone (11) 94122-7711.

Placa  LuzAzul.jpg

Arte e design – E se você é amante de objetos de arte e design e gostaria de conhecer trabalhos exclusivos de artistas que vivem na região da Mantiqueira, saiba que o Espaço LuzAzul mantém uma exposição permanente de peças de artistas premiados, como Morito Ebine, Eduardo Miguel, André Marx, André Wagner, Cinthya Gavião, Gabriela Rossi, Marisa Moualle e também de outros em ascensão.

Peças artesanais.jpg

O espaço abriga objetos charmosos e de qualidade para todos os bolsos, desde móveis em madeira, mesas, cadeiras, esculturas, luminárias, gravuras, cerâmicas até peças de decoração feitas em lã e em fibras naturais, entre outros itens que valorizam com criatividade a beleza do material utilizado, geralmente reciclado ou encontrado no meio da natureza. Os preços variam de R$ 20 a R$ 10 mil reais.

SERVIÇO

Programação de Inverno LuzAzul

Dia 14, sábado, às 17h30:  Oficina dos Sentidos com Eduardo Miguel e chef Francisco Lima.

Degustação de vinhos e madeira: R$ 90 por pessoa

Espaço LuzAzul – Rua Elídio Gonçalves da Silva 1747, Bairro dos Mellos, em frente ao Empório dos Mellos, Campos do Jordão (SP). Funciona aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 18h. Em julho, alta temporada, abre também às sextas-feiras.

Para obter mais informações, acesse www.facebook.com/LuzAzul-arte-design-da-Mantiqueira

Aproveite a férias escolares e vá conhecer a cultura dos imigrantes italianos e as vinícolas de Bento Gonçalves

•Julho 3, 2018 • Deixe um Comentário

O passeio de Maria Fumaça é uma das principais atrações da serra gaúcha. Mas a região situada ao extremo Sul do País guarda ainda muitas outras boas surpresas. É embarcar na aventura e comprovar!

Por Fabíola Musarra

Serra Gaúcha.jpg

 

Possuidora de paisagens surreais e gastronomia de primeira, a “Região Uva e Vinho” da Serra Gaúcha é ainda um efervescente caldeirão cultural onde descendentes dos imigrantes italianos vivem e preservam as tradições de seu país. Integrada por 47 municípios, a região também abriga a maioria das vinícolas do País – o cultivo de uvas está presente na rotina de grande parte dos moradores, que até hoje preservam os costumes dos colonizadores vindos da Itália no final do século 19.

Não faltam roteiros para quem deseja conhecer de perto um pouco sobre essa vibrante cultura, incluindo os que oferecem pequenas aulas sobre as etapas da produção de vinhos e dão direito à degustação de diferentes tipos da bebida preferida de Bacco. Afinal, pela região espalham-se 83 vinícolas, desde pequenas cantinas familiares até empresas tradicionais. Os “Sabores da Serra” e “L’Essenza del Vino – Conhecendo o Vale dos Vinhedos”, disponibilizados pela Giordani Turismo, são alguns desses tours.

Colheita.jpgFoto: Luiz Chaves

 

O primeiro começa com uma visita à Vinícola Cainelli, uma casa fundada em 1929 e transformada em um museu interativo. Em seu interior, por meio de registros históricos, você pode se integrar sobre a trajetória dos primeiros imigrantes vindos à cidade de Bento Gonçalves. Em seguida, é a vez de conhecer e ter uma aula prática na Oficina de Capeletti. Ao som da cantoria das nonas italianas, você é apresentado à arte de produzir o capeletti, aprendendo a fazer a massa, a recheá-la e fechá-la.

Enquanto a sopa é preparada, na parte externa da vinícola, acontece o Sapeco de Pinhões –  uma legítima forma de preparo da semente pelos imigrantes italianos, quando os pinhões são colocados em meios às grimpas com fogo e sapecados para a degustação. Encerrando a programação, acontece a degustação da sopa feita com auxílio das nonas. Em seguida, é possível fazer uma caminhada e comprar mimos para dar de presente  no comércio local.

 

uvas 1

A bordo do trem – Tendo como proposta explorar uma das mais  importantes regiões produtoras de vinhos brasileiros, o Vale dos Vinhedos, no interior de Bento Gonçalves, o roteiro “L’Essenza del Vino – Conhecendo o Vale dos Vinhedos” já tem saídas marcadas até o final deste ano: o próximo passeio a bordo no exclusivo vagão 219 da Maria Fumaça da Serra Gaúcha acontece no dia 7 de julho, às 14h e às 16h – cada horário recebendo 40 passageiros.

Ao embarcar na locomotiva, você vai receber um kit integrado por taça personalizada e produtos típicos da região. Esse “cardápio” foi elaborado com critério para que os itens  selecionados sejam harmonizados com os vinhos e espumantes que você degustará ao longo dos 23 quilômetros do percurso do trem – entre as estações de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa.

A experiência em Maria Fumaça pelo mundo dos vinhos é conduzida por um enólogo ou sommelier convidado. Além da degustação, durante a viagem, você aprende a história e as peculiaridades do Vale dos Vinhedos enquanto aprecia pela janela do trem as memoráveis paisagens da “Região Uva e Vinho”. A viagem tem trilha sonora interpretada ao vivo dentro do vagão.

Ficou interessado?  Saiba ainda que Bento Gonçalves e a linda região serrana do Rio Grande do Sul possuem uma excelente infraestrutura turística (você pode obter mais informações no site http://www.serragaucha.com), contando com opções de hospedagem e de restaurantes para todos os bolsos e gostos. Pode ter a certeza de que conhecer a “Região Uva e Vinho” vai ser uma experiência inesquecível. Bom embarque!

 

SERVIÇO

“L’Essenza del Vino – Conhecendo o Vale dos Vinhedos”

Próximo embarque: 7 de julho, (sábado), às 14h e às 16h

Valor: R$ 189 por pessoa

Futuras saídas: 14 de julho, 11 de agosto, 15 de setembro, 13 de outubro, 10 de novembro

Mais informações, acesse www.giordaniturismo.com.br

 

 

O sabor da África do Sul

•Junho 25, 2018 • Deixe um Comentário

Safári - Grupo 1

Mias do que os safáris, a gastronomia do país reflete os seus traços multiétnicos. É um mix de influências de etnias sul-africanas, como os zulus (o maior deles), os xhosas (Mandela pertencia a esse clã) e os basothos (do Sul e do Norte), e dos imigrantes e descendentes que ali ainda vivem.

Ela também recebe influências dos povos por lá somente passaram. Por isso, é bastante comum encontrar nos menus locais pratos com interferências dos portugueses, holandeses, ingleses, indianos, árabes… Mas, antes de experimentar algum deles, é bom saber o que vai comer.

Na África do Sul, o tem

pero que se exibe em dez entre dez dos cardápios é o peri-peri (pimenta-pimenta, no idioma africano suaíli). Ele é usado em carnes, molhos e é bem forte e ardido. Por isso, se você não gosta da especiaria, fuja dos pratos temperados com ela.

O Bobotie, por sua vez, é a maior vedete da culinária do país. Considerado o prato nacional da África do Sul e o que era o preferido de Mandela, é um bolo cozido de carne moída (normalmente feito com a de cordeiro), castanhas, cebola, pão, leite, damascos e passas. É acompanhado de arroz aromatizado com açafrão e sambal, um condimento feito com malagueta amassada com sal e vinagre e misturada a pepino, tomate, cebola e iogurte.

Como o Bobotie, muitos outros pratos da gastronomia sul-africana são preparados com carnes de caça, como a de cordeiro, avestruz e jacaré, só para citar algumas. Para acompanhar as carnes bovina e as de caça, a Chakalaka e o Pap. O primeiro é um tipo de molho apimentado e bem encorpado de vegetais, enquanto o segundo é uma espécie de polenta, só que feita com farinha de milho.

Sempre presentes à mesa sul-africana também estão os curries de carne (bovina ou de caça), frango e peixe. Prato típico indiano, são acompanhados de arroz tipo basmati e rotis, um pão com formato e massa semelhante ao da panqueca.

Para enganar a fome, o país sul-africano oferece petiscos bem típicos: o Biltong e o Droëwors. Os dois snaks nada mais são do que pequenos pedaços de carne seca. Geralmente, o primeiro é feito com a bovina. Já o segundo, com a Dunwor, uma linguiça fina.

Produzidos como nos tempos em ainda não existia a geladeira, as carnes usadas na confecção desses petiscos são salgadas, temperadas e ficam curando por vários dias até ficarem bem sequinhas.

Os sul-africanos adoram doces. E eles se multiplicam nas mesas, incluindo nos cafés da manhã servidos nos restaurantes de hotéis. Entre as estrelas, destaque para os Koeksisters, uma espécie de bolinho de chuva que é passado em uma calda de açúcar e limão – algumas vezes, também é coberto com baunilha ou gengibre. É servido frito.

Tão popular (e talvez até mais) que o bolinho é o Malva Pudding. Feito com geleia de damasco e, às vezes, com açúcar mascavo, é um misto de bolo e pudim. É servido quente, acompanhado por sorvete ou creme de baunilha. Ou, por ambos.

Para tomar entre uma e outra e também após a refeição, nada melhor do que um chá. A tradição trazida pelos ingleses está presente em bares, lanchonetes, casas de chá e restaurantes. A principal marca sul-africana é a Rooibos. De cor vermelha bem acentuada, o chá é forte e produzido com uma planta nativa.

Por falar em bebidas, a África do Sul é a inventora do Amarula, um licor feito do fruto da maruleira (conhecida também como árvore dos elefantes, que adoram comer suas folhas), açúcar e creme. Com 17% de teor alcóolico, o licor começou a ser produzido em 1989 e também é empregado na confecção de alguns chocolates.

Ir embora do país sem degustar os vinhos sul-africanos é quase como cometer um pecado mortal. O conceituado importador mundial oferece versões da bebida de Bacco em imperdíveis cores, aromas e sabores, das mais suaves às mais encorpadas. O Vinho Pinotage é o mais famoso deles. É produzido com a uva pinotage, uma espécie que foi criada na África do Sul a partir do cruzamento das uvas do tipo Pinot Noir com a Cinsault, também conhecida como Hermitage. Tão conceituado quanto o tinto são os brancos. Ostentando o título de “melhor vinho branco do mundo”, a bebida é feita com as uvas Chardonnay e Sauvignon Blanc.  É experimentar e conferir!

Final de semana nas alturas… Abraçado nas montanhas do Espírito Santo

•Junho 12, 2018 • Deixe um Comentário

Pedra Azul.jpg

Por Fabíola Musarra

Repleta de charme e magia, a região serrana do Espírito Santo é um refúgio perfeito para os casais apaixonados que querem ter um fim de semana especial. Com bucólicas paisagens e a mais de mil metros acima do nível do mar, esbanja o friozinho e o ar puro da serra e encantadores vilarejos. Eles se multiplicam pelas Montanhas Capixabas, uma região que abriga ainda um dos principais postais do Estado: a monumental Pedra Azul, no parque estadual de mesmo nome.

A gigantesca e imponente formação de granito e gnaisse de 1.822 m de altitude é assim chamada por adquirir a coloração azul e esverdeada, cor que vai mudando durante o dia de acordo com a incidência da luz solar. Está localizada na terceira maior área de Mata Atlântica do Brasil, no interior de um Estado que é possuidor de um dos três melhores climas do mundo, segundo a ONU.

Piscinas Pedra Azul - Foto Cacá Lima.jpgPiscinas naturais do Parque Estadual Pedra Azul. Foto: Cacá Lima

Com piscinas naturais e uma pedra menor em forma de lagarto “agarrada” em sua encosta rochosa, a Pedra Azul é o principal “habitante” da Rota do Lagarto, em Arecê, um pequenino distrito de Domingos Martins. A fascinante vilazinha é mais conhecida como Pedra Azul. O acesso é pela Rodovia BR 262. É possível chegar de carro, de ônibus ou depois de contratar um tour das agências de turismo locais.

Não faltam lugares românticos para visitar neste gracioso pedacinho de solo capixaba, colonizado basicamente por imigrantes italianos e, em bem menor escala, por alemães. Aliás, essa miniatura “italiana” do Vêneto e de Treviso de Domingos Martins tem no agroturismo um de seus pontos altos – a maioria das fazendas da vizinha cidade Venda Nova do Imigrante abrem suas portas (e lojas) aos visitantes, para os quais oferece as deliciosas tentações doces e salgadas produzidas naquelas terras.

Na região também não faltam hotéis e pousadas. Há opções para todos bolsos e gostos. Confira:

Rabo do Lagarto – Rodovia Geraldo Sartório ES 164, km 70, São Paulo do Aracê, Domingos Martins, tel.: (27) 3248-2383, site http://www.rabodolagarto.com.br.

Tem privilegiadíssima localização: está entre colinas verdinhas, à beira da rodovia ES-164, a passos do animado quadrilátero São Paulino (onde tudo acontece nos finais de semana e feriados) e bem de frente ao postal do vilarejo: a Pedra Azul, com seus monumentais1.822 metros de altura.

Pousada Rabo do Lagarto

Decoradas com sofisticação, as 17 suítes com varanda desta luxuosa pousada têm vista para a montanhas, além de uma pequena sala de estar e banheiro integrado. Todas estão equipadas com tevê de tela plana, máquina de café expresso, frigobar, telefone, ar condicionado e aquecedor.

Algumas acomodações possuem lareira e ofurô: outras, banheira de hidromassagem.

O café da manhã é servido na hora que o hóspede deseja, incluindo a tarde e noite, em um bistrô com lareira. Também pode ser degustado no quarto, assim como o cardápio gourmet do almoço e jantar.

A Rabo do Lagarto oferece estacionamento e acesso à internet gratuitos. Conta ainda um florido jardim, dois ofurôs ao ar livre com água quente e um charmoso deque com vista panorâmica para as montanhas e para a icônica Pedra Azul, distantes dali a apenas cinco quilômetros.

Logo que chega à pousada, o hóspede recebe um cardápio de perfumados sabonetes e seleciona os de sua preferência.

A pousada integra o Roteiros de Charme, da associação de mesmo nome. Todos os anos, a entidade sem fins lucrativos seleciona hotéis, pousadas e refúgios ecológicos do Brasil, segundo rígidos critérios quanto ao conforto, à qualidade dos serviços e à responsabilidade socioambiental.

A pousada somente aceita adolescentes a partir dos 14 anos. Não hospeda crianças nem animais de estimação.

 

Pousada Pedra Azul – Rodovia BR 262, km 88, Domingos Martins, tel. (27) 3248-1101, site ppazul.com.

Situada próxima ao Parque Florestal e distante a 35 minutos de carro do centro de Domingos Martins, a pousada tem belíssimos lago e cachoeira e oferece aos hóspedes piscina ao ar livre com vista para a Pedra Azul.

Com forma de libélula, o hotel foi projetado por Zanine e é o único estabelecimento comercial do Brasil assinado pelo arquiteto autodidata brasileiro. Vale lembrar que o também paisagista, maquetista, escultor, moveleiro e professor (no Brasil e no Exterior) José Zanine Caldas iniciou sua incursão no mundo da construção fazendo maquetes para projetos assinados por consagrados arquitetos como Lúcio Costa,  Oswaldo Arthur Bratke e Oscar Niemeyer.

FachadaPousadaPedraAzul-ES.jpg

Por seu talento incomum, Zanine (1919/2001) foi reconhecido como Mestre da Madeira. Seu trabalho promoveu a integração do artesanato tradicional brasileiro e do modernismo de forma única. Mas, apesar de tanto talento, é bom dizer que, durante muitos anos, Zanine foi o centro de uma polêmica que tentou impedi-lo de construir por não ser um profissional diplomado.

O brasileiro chegou até mesmo a ser impedido pelo Crea (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia) de levar adiante a construção de alguns projetos. Contudo, pelo domínio da técnica e materiais, ele acabou sendo reconhecido como arquiteto honoris causa. Lúcio Costa foi um dos defensores do título, provocando muita “falação” no meio.

Arquitetura e polêmicas à parte, os quartos da pousada têm uma varanda e contam com aquecimento, tevê a cabo e banheiro privativo. Decoradas com sofisticação e móveis de madeira, as acomodações incluem roupas de cama e toalhas de banho.

Um bufê de café da manhã é servido diariamente com frutas frescas, pães e bolos. O restaurante utiliza produtos orgânicos no preparo dos pratos internacionais e regionais que oferece aos hóspedes, a quem também indica uma caprichada seleção de vinhos e bebidas.

Entre as comodidades oferecidas pela pousada estão quadra de tênis, academia, sauna e salão de jogos. As crianças podem se divertir no parquinho infantil. Conta ainda com recepção 24 horas, bar e estacionamento e wi-fi gratuitos.

Pousada e Restaurante Peterle – Rodovia BR 262, km 88, s/nº, tel. (27) 3248-1171, tel.  (27) 99601-6291, Arecê (Pedra Azul), Domingos Martins.  Site pousadapeterle.com.br.

Cercada por um lindo parque e com uma deslumbrante vista das montanhas, a pousada tem piscinas para adultos e crianças e uma localização privilegiada: está a dois quilômetros de distância do Parque Nacional da Pedra Azul, bem na entrada da Rota do Lagarto, e a 15 km da cidade de Venda Nova do Imigrante.

pousada Peterle 1.jpg

Seus chalés em tijolo e madeira têm varanda e são revestidos de pedra. Todos estão equipados com tevê LCD com canais via satélite, ventilador, frigobar, telefone e banheiro privativo.  Na área de entretenimento, oferece trilhas, churrasqueira, salão de jogos e bilhar.

Também disponibiliza estacionamento e wi-fi gratuitos, recepção 24 horas, serviço de quarto, lavanderia (custo adicional), loja de presentes e suvenires, bar, lanchonete e restaurante, bufê especial para crianças e bufê no café da manhã. Pioneiro na região, o seu restaurante, o Peterle, é parada obrigatória para quem passa pelo km 88 da BR 262. Serve pratos típicos Italianos em sistema de self-service.

Na pousada também funciona o Café Colonial Peterle, tel. (27) 99650-5058. O espaço é aberto aos visitantes e oferece um de bufê com frios, caldos, massas, bolos, tortas doces e salgadas e pães com diferentes tipos de recheios, além de pequenas esfirras e enroladinhos. Ao todo são mais de 70 itens para saborear. É servido todas as sextas, sábados, domingos e feriados, das 15 às 21 horas.

Chez Domaine Pousada Orgânica –  Rodovia ES 165, Km 7,5, Pedra Azul, Domingos Martins, telefax: (27) 3248-3124 e (27) 3248-3128, site domaine.com.br.

É abraçada por exuberante natureza e disponibiliza estacionamento e wi-fi gratuitos. Produz os próprios alimentos orgânicos, apresentando pratos com um toque da cultura francesa. No café da manhã e almoço serve receitas preparadas com produtos orgânicos em fogão a lenha.

O bufê de café da manhã inclui frutas da estação, pães e cereais. O restaurante fica aberto para o almoço até às 17 horas.

As crianças podem se divertir no parquinho infantil e no salão de jogos. Para os adultos, a pousada oferece academia e sauna. Também organiza trilhas a pé na natureza e passeios pela cidade. Para quem gosta de caminhar, oferece o Circuito da Seriema, com o percurso de cerca de 2,5 km pelo interior da propriedade.

Chez Domaine Pousada Orgânica

 

O tour é realizado com guia circulando toda a Estação Agroecológica Domaine Ile de France, onde o visitante tem a oportunidade de conhecer todo o projeto de agropecuária orgânica/biodinâmica. O circuito é percorrido a pé em cerca de uma hora e meia.

A Pedra Azul fica a 12 km e Venda Nova do Imigrante, a 15 km. Já Campinho está a 60 km.

Eco Pousada Quaresmeiras – Rodovia BR 262, km 91, Nossa Senhora do Carmo, Rota do Carmo, Pedra Azul, Domingos Martins, site ecopousadaquaresmeiras.com.br.

Situada em Pedra Azul, em um lugar bem tranquilo, longe do barulho da cidade e dos carros da estrada, o empreendimento oferece chalés com sala, quarto e varanda com vista do lago. Com banheiro privativo, os quartos estão equipados com cama queen size, tevê a cabo e ar condicionado.

A pousada oferece a possibilidade de o hóspede curtir a natureza, fazendo trilhas no meio da floresta. Na caminhada pode-se observar pássaros e animais silvestres, flores nativas e frutos, além de alimentar bichinhos domésticos, como patos e galinhas, e os peixes no lago.

Conta com estacionamento e wi-fi gratuitos, além de restaurante e bufê de café da manhã. Possui ainda um orquidário, uma casinha para as crianças e um gazebo, um lugar aconchegante e perfeito para degustar um vinho com queijos no calor de uma fogueira.

Domingos Martins está a 38 km da pousada. O Aeroporto de Vitória, o Eurico de Aguiar Salles, fica a 77 km de distância.


fachadafloridapousadapedraazul-es-foto-divulgacao

Pousada Caminho das Flores – Rodovia ES 164, Km 72, Aracê, Pedra Azul, Domingos Martins. Tel. (28) 99977-7074, Facebook facebook.com/Pousada-Caminho-das-Flores-1208300732615568 e  facebook.com/caminho.dasflores.9

Com ambiente familiar e atendimento carinhoso, a pousada oferece chalés de madeira e alvenaria equipados com tevê de tela plana via satélite, armário e banheiro privativo. Todos os quartos possuem varanda térrea com vista para a montanha. Alguns deles têm vista para o lago.

A área comum da pousada abriga churrasqueira e um colorido jardim. Serve um variado bufê no café da manhã e tem acesso gratuito à internet.

Pousada Aracê – Rodovia BR 262, km 87, distrito de Aracê, Pedra Azul, Domingos Martins, a 300 metros da BR e acesso todo asfaltado. Tels.  (27) 3248-1386, (27) 99988-9601 e (27) 99986-1386, site pousadaarace.com.br.

Com chalés em peroba, tem um ar romântico e acolhedor. Possui estacionamento e acesso à internet gratuitos, piscina com temperatura ambiente, bar, restaurante e salão de jogos.

As suítes são confortáveis e bem equipadas, algumas têm lareira e banheira de hidromassagem.

Aroso Paço Hotel – Rodovia BR 262, km 89, Pedra Azul, Domingos Martins (ES), tels. (27) 3248-1147, (27) 3248-1180 2 (27) 99902-4417, site www.aroso.com.br

Hotel Aroso

Com colunas adornadas na fachada que remetem às antigas edificações greco-romanas, o sofisticado hotel possui piscina ao ar livre aquecida com vista panorâmica, bar, restaurante gourmet, academia, sauna e instalações esportivas, como quadras de tênis e poliesportiva e campos de bocha e de futebol society.

Seus quartos têm varanda e vista para o jardim, além de televisão  a cabo, telefone e frigobar. Alguns deles também contam com lareira, banheira de hidromassagem ou vista para a Pedra Três Pontões.

Seu restaurante, o Zeus, fornece pensão completa, incluindo um farto bufê de café da manhã, com especialidades caseiras para o almoço e jantar, além de vinhos finos. Para o preparo de receitas mais saudáveis e ricas em sabor, utiliza ingredientes cultivados sem agrotóxicos, colhidos na horta do hotel.

Em termos de entretenimento e lazer, o empreendimento oferece atividades como trilhas a pé e observação de aves, além de ajudar o hóspede a planejar passeios ecológicos na região. Possui ainda salão de jogos, parquinho infantil e o clube de entretenimento para as crianças, com equipe de recreadores.

O hotel disponibiliza acesso à internet sem fio (wi-fi) e estacionamento gratuitos e possui acessibilidade para cadeirantes, loja de presentes e suvenires e recepção 24 horas. Está localizado a 1,5 km do centro de Pedra Azul e a 13 km da estação rodoviária.

Bristol Vista Azul – Hotel Cinco Estrelas – Rodovia BR 262, km 89, entrada do Aroso Paço Hotel, Pedra Azul, Domingos Martins, site bristolvistaazul.com.br.

Situado em Pedra Azul, o charmoso ecoresort (na realidade, um condo-hotel) tem bar, restaurante e vista para as montanhas. Com 113 suítes e 106 apartamentos residenciais, o empreendimento pertence à rede de hotéis Bristol, Allia Hotels.

Seus quartos têm ar condicionado, cofre, fechadura eletrônica, mesa de trabalho e wi-fi gratuito, além de tevê de tela plana. Algumas das acomodações foram adaptadas para deficientes. O banheiro privativo conta com chuveiro, produtos de banho gratuitos e secador de cabelo.

Bristol.jpg

Na área de lazer, oferece mirante, piscina ao ar livre e piscina coberta e climatizada, academia, sauna seca e a vapor, ofurô, jacuzzi, adega, parquinho infantil e espaço kids

O hotel disponibiliza quadra de tênis e de tênis de mesa. Tem recepção 24 horas, loja de suvenires e estacionamento privativo. O Aeroporto de Vitória, o Eurico de Aguiar Salles, fica a 112 km.

Flat em um eco resort – Rodovia BR-262, Km 89 s/nº, Bristol Vista Azul, Pedra Azul, Domingos Martins.

O flat é aconchegante e está situado num eco resort na Mata Atlântica, o Bristol Vista Azul, em Pedra Azul. Oferece piscina ao ar livre e um lindo e bem-cuidado jardim. Sofisticado, está bem pertinho do ponto turístico mais famoso das montanhas capixabas: a Pedra Azul.

Quem se hospedar aqui pode desfrutar das instalações do Hotel Bristol: mirante, brinquedoteca, piscina aquecida (coberta) e ao ar livre, hidromassagem, academia, sauna, quadra de tênis, espaço kids e lareira.

Com ar condicionado frio e quente, o flat tem cozinha compacta com forno e pequena mesa para refeições, além de banheiro com banheiras de água termal e de hidromassagem. Já o quarto com varanda e tevê a cabo tem capacidade para acomodar quatro pessoas, pois tem uma cama king e pode disponibilizar duas outras camas extras.

O condo-hotel é integrado a muito verde. Fica de frente para a Mata Atlântica, no 5º andar, um espaço com muita privacidade e silêncio. A recepção fornece dicas sobre as atrações turísticas da região. Disponibiliza estacionamento e internet grátis.

Apart-Hotel Luxo Pedra Azul (Hotel Bristol Vista Azul) – Rodovia BR-262, Km 89 s/nº,Pedra Azul, Domingos Martins –

Com jardim, terraço e piscinas coberta e ao ar livre, o apart-hotel tem cinematográfica vista para a montanha e está localizado bem em frente à Pedra Azul. A cozinha do apartamento é bem equipada: possui micro-ondas, forno elétrico, frigobar, cafeteira, liquidificador e sanduicheira, além de ferro elétrico.

A propriedade de 30 metros quadrados conta com uma sala de estar decorada com móveis modernos e tem tevê a cabo. O quarto tem cama queen size e o banheiro privativo, toalhas e secador de cabelo.

bar-do-apart-hotel-foto-divulgacao

Oferece bar, restaurante e estacionamento e internet gratuitos, além das mordomias e dos serviços disponibilizados pelo Hotel Bristol Vista Azul.

 SERVIÇO

Parque Estadual Pedra Azul: Rodovia BR 262, km 88, Aracê, tel.  (27) 3248-1156, Pedra Azul, Domingos Martins.

Parque_Estadual_da_Pedra_Azul.jpg

Casa do Turista: informações turísticas, tels. (27) 3248-0035. Agendamento para fazer as Trilhas até as Piscinas Naturais: tel. (27) 99739-8005. Funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Sábados, domingos e feriados, o horário de atendimento é das 9 às 16 horas. Para saber mais, acesse www.pedraazul.com.br e www.montanhascapixabas.com. Ou, baixe os aplicativos para IOS e Android guiaazul e montanhascapixabas.

Texto e foto destaque por Fabíola Musarra

Ilha da Madeira celebra o verão

•Junho 3, 2018 • Deixe um Comentário

FunchalFoto: Site Dicas Femininas

Funchal, a  colorida capital da Ilha da Madeira, em Portugal, é palco do Festival do Atlântico, uma iniciativa que se repete todos os anos desde 2002. Realizado durante o mês de junho, o evento celebra a chegada do verão no Hemisfério Norte e conta com uma diversificada programação de atividades, além de demonstrações da rica cultura madeirense.

Fogos na Ilha da Madeira 1Foto por ©Francisco Correia

A festa ilumina o céu da Madeira, atraindo para as ruas da capital  milhares de moradores e turistas para assistir os shows pirotécnicos do Concurso Internacional de Fogos de Artifícios. A competição acontece todos os sábados do mês, às 22h30. Os participantes fazem apresentações de 20 minutos combinadas com músicas, criando um espetáculo de luzes e som em meio à beleza natural da ilha. As pessoas podem ainda contemplar a atração em um passeio de barco e brindar a experiência com champanhe.

Fogos na Ilha da MadeiraFoto: Macedos Pirotecnia

Com um diversificado calendário de concertos de músicos regionais, nacionais e internacionais, o Festival de Música da Madeira é outro ponto alto do Festival do Atlântico. É realizado em diferentes lugares de Funchal, como em igrejas que se tornam palco para apresentações. A programação do festival inclui ainda com atrações como a Semana Regional das Artes, a Feira Regional do Pão e as festas dos Santos Populares. Para obter mais informações, acesse festivaldoatlantico.visitmadeira.pt e madeiraallyear.com

 

 

 

Valle Nevado comemora seus 30 anos com programação especial

•Maio 29, 2018 • Deixe um Comentário

Valle Nevado-3

 

Por Fabíola Musarra

Fotos: Divulgção

 

A neve já tinge o Valle Nevado Ski Resort, prometendo momentos de muita diversão aos amantes dos esportes de inverno de todas as idades. Não à toa. O complexo situado na Cordilheira dos Andes, a 46 km da cidade de Santiago, capital do Chile, tem a maior área esquiável do Hemisfério Sul, abrigando mais de 40 pistas. Se você é uma dessas pessoas, preste atenção e vá planejando sua viagem: a abertura da temporada 2018 está prevista para o dia 22 de junho e só termina em outubro.

Valle Nevado 5

Ficou interessado? Tem mais. O maior centro de práticas de esportes relacionados à neve no Hemisfério Sul tem aproximadamente 800 hectares de área para esqui, abrigando 102 trilhas, das quais 14% delas são para principiantes, 30% para intermediários, 42% para avançados e 14% para experts.

Valle Nevado - Teleférico

A estação possui ainda oito teleféricos. Para esquentar a temporada deste ano, o complexo preparou uma programação especial, que inclui quatro semanas temáticas: Valle Week (7 a 14 de julho), Fuem n Week (14 a 21 de julho), Foodie’s Week (3 a 10 de agosto) e Wine Week (17 a 24 de agosto).

Valle Nevado

Serão realizados ainda outros quatro eventos e diversas outras atrações especiais durante o mês de julho, quando a estação comemora o seu 30º aniversário – foi criada em 1988 por empresários franceses. Ainda nas últimas semanas deste mês e nas primeiras semanas de agosto acontecerão festas de espuma na piscina aquecida e ao ar livre do hotel Puerta del Sol, que atende todo o complexo.

Valle Nevado - criança

Os pequenos não foram esquecidos e também terão direito a uma programação bem legal. Caso das duas mascotes que poderão ser vistas na estação: a raposa Capito e o condor Kuntur. A meninada poderá participar ainda, uma vez por semana, de oficinas de construção de iglus.

Valle Nevado - Condor

Já os maiores de oito anos poderão se divertir em uma estação de jogos VR Playstation 4, instalada na sala de entretenimento do complexo. Aliás, todas as crianças que participarem de atividades no Valle Nevado ganharão emblemas e stickers comemorativos dos 30 anos da estação.

Valle-Nevado - Noite

Para quem gosta de baladas e de curtir as madrugadas, a Noite Hard Rock Café, com animada programação, promete embalar os bate-papos, encontros e eventuais azarações. Não é só. Bandas musicais vão aquecer o Pub 3 Puntas nas noites de sábado. E, se o assunto é aprender algo diferente, que tal fazer uma aula de coquetel e mixologia chilena? Elas serão realizadas uma vez por semana no Bar Lounge.

Valle Nevado 4

De sexta a sexta – Além de todos esses eventos, o Valle Nevado conta, ainda, com uma série de atividades regulares para as crianças e para os adultos. Durante todos os dias da semana, por exemplo, é possível assistir a um filme no Cine 3D e também deixar a garotada nas oficinas do Kids Zone. Às sextas-feiras, contadas como o primeiro dia da semana de hospedagem, há um DJ no Pub Tres Puntas agitando a noite.

Valle Nevado 6

Para os religiosos, uma missa católica é celebrada todos os sábados, e também é realizada a descida das tochas seguida por um welcome drink no lounge do Valle Nevado. Domingo é o dia de reunir a família ao som de música ao vivo no Valle Lounge, soltar o corpo nas aulas de yoga e fechar a noite com os amigos no pub soltando a voz na noite de karaokê. Às segundas, o resort oferece um divertido bingo familiar.

Valle Nevado - Snow-Park

Ainda às segundas, a programação do complexo inclui oficina de desenhos para as crianças, pool party para os adultos, aulas de yoga e DJ Set no Valle Lounge. Terça-feira é o dia de música ao vivo em todos os restaurantes do resort e também acontece a Rock Night à noite.

Valle Nevado 7

Quarta, além da degustação de vinhos, é a vez das aulas de mixologia chilena no Valle Lounge. Fechando a semana, na quinta, é possível se jogar em mais uma pool party na piscina aquecida externa do complexo e curtir o DJ Set na festa de despedida no Pub Tres Puntas. Boa viagem!

Valle Nevado 1

É importante ressaltar que as atividades estão sujeitas a alteração, cancelamento ou reagendamento, dependendo às condições climáticas e de outros motivos que impeçam sua realização. Para obter mais informações, consulte https://vallenevado.com/pt

Valle Nevado 2