De Aleijadinho a Botero. Em Tiradentes, tudo de graça!

Salvador Dali - Instituto Mário Mendonça.jpg

Você já admirou de perto uma escultura de Salvador Dali, Auguste Rodin, Botero? Sim, esteve em um museu ou em uma exposição onde conseguiu ver obras desses artistas, após possivelmente ter enfrentado longas filas. Pois, ao contrário dessas cenas tão comuns em grandes mostras culturais, na mineira e histórica cidade de Tiradentes, poderá apreciar esses e muitos outros trabalhos de alguns gênios das Artes Plásticas da humanidade.  E o melhor: de graça.

O acervo que abriga as esculturas do artista catalão tido como um dos “pais” do surrealismo, do francês responsável pela criação de umas das esculturas mais famosas do mundo, “O Pensador”, e do artista colombiano criador de figuras “gorduchinhas” e roliças fica na casa do pintor Mário Mendonça, no Largo das Mercês, no centro histórico de Tiradentes.

Botero 1.jpg

Transformado em um instituto em 2011, o casarão que já foi um convento reúne cerca de 1.200 obras, entre telas de Guignard, Modigliani, Di Cavalcanti, Portinari, Tarsila do Amaral e Alfredo Volpi, além de gravuras, esculturas, tapeçarias, porcelanas… Mendonça mora no Rio de Janeiro, mas deixa sua casa (leia-se, uma pequena, mas milionária coleção de arte contemporânea) disponível para qualquer mortal que queira conhecê-la ao vivo e em cores.

Para isso, é preciso apenas dar um telefonema e agendar a visita. Normalmente, ela não será acompanhada por muitas explicações. Ao menos, que você tenha a sorte de encontrar o pintor carioca por lá – ele vai até Tiradentes pelo menos duas, três vezes por mês, onde permanece por alguns dias. Mesmo assim, vale lembrar que muitas das obras ali expostas dispensam qualquer palavra.

dom quixote

O acesso ao espaço é gratuito e vai te dar o direito de explorar e de se extasiar com a beleza das peças expostas no interior da casa, incluindo uma incrível coleção de desenhos e esculturas de Dom Quixote, o imenso e caprichado jardim onde outras esculturas se revezam e o próprio ateliê onde Mendonça desenha e faz suas telas, muitas delas retratando Jesus Cristo e temas bíblicos.

Nascido em 1934, o premiado artista plástico tem diversas pinturas descrevendo cenas da Via-Sacra expostas no interior de igrejas de diferentes cidades brasileiras. Mendonça também já fez individuais nas principais capitais europeias, incluindo em Sofia, na Bulgária, onde, segundo afirma, continua sendo até hoje o único pintor brasileiro a expor naquele país.

Na cidade e em seu arredor

E, se você é um amante de arte, saiba que não muito distante do Instituto Mário Mendonça fica o ateliê de Sérgio Ramos, onde as telas de diferentes tamanhos do arquiteto e artista plástico ficam expostas e podem ser conhecidas. Assim como na visita à casa de Mendonça, é recomendável verificar o horário e os dias de funcionamento do espaço antes de ir até lá.

sérgio ramos

Nascido em 1969 em Guaratinguetá, no interior do Estado de São Paulo, Ramos já participou de aproximadamente 70 exposições no Brasil e no mundo. Suas telas surgem, na maioria das vezes, em tons azuis, alaranjados e terrosos. Elas retratam cenas do cotidiano, de modo figurativo e com imensa riqueza de detalhes. São casas, igrejas, árvores, instrumentos musicais, bicicletas…

tela 2

Temas que sempre recebem um toque lúdico do artista plástico paulista, instigando a imaginação do observador a explorar com maior atenção, carinho e bastante calma os pormenores retratados nos seus trabalhos. Se gostar do que viu, pode adquirir um deles na pequena galeria, assim como também comprar cartões com pinturas de Ramos, para enviar aos familiares e amigos. Ou, simplesmente para guardar de recordação.

ateliê e galeria sergio ramos foto denise ramos

E se você não se importar em ir até os arredores de Tiradentes, poderá conhecer o ateliê do pintor José Luiz Rocha. O espaço fica em Bichinho, um distrito da vizinha cidade mineira de Prados. E, mesmo pertencendo a outro município, este pequenino “bairro” fica mais próximo do centro de Tiradentes (está a uns quatro quilômetros de distância) do que de sua terra natal.

Só pela beleza e pelo charme deste bucólico cantinho rural das Gerais, a visita já vale a pena. Quanto à galeria, é graciosa, ampla e arejada, integrando-se harmoniosamente com a linda paisagem local que a abraça. Em seu interior, enquanto escuta os passarinhos, você vai poder explorar uma grande quantidade de obras do artista plástico nascido em Belo Horizonte (MG) em 1957.

Fachada do Ateliêr de Luiz Rocha em Bichinho.jpg

São pinturas abstratas, de temas variados e produzidas com técnicas mistas (algumas lembram as do Impressionismo), além de objetos decorativos e móveis restaurados por Rocha. As coleções preenchem os diferentes ambientes do ateliê, onde ficam permanentemente expostas e podem ser adquiridas.

Além de suas criações, o pintor mineiro também desenvolve um trabalho social, ensinando crianças e jovens da região a produzirem a sua própria arte. Antes de ir até ao ateliê, porém, também é interessante se certificar os dias e os horários de funcionamento do espaço, que está situado a poucos metros de distância da Casa Torta, uma divertida e colorida residência que exibe curiosas curvas e detalhes arquitetônicos.

Matriz de Santo Antônio - iStock.jpg

De volta a Tiradentes, vá até a Matriz de Santo Antônio, no centro histórico. A igreja, que começou a ser construída em 1710 e cujas obras demoraram 40 anos para serem concluídas, teve a sua fachada modificada em 1810 por Aleijadinho, um dos principais escultores, arquitetos e entalhadores do Brasil colonial.

Além de seu estilo barroco e da mais de meia tonelada de ouro que exibe em seus altares, a matriz guarda ainda antigas imagens de santos, detalhes em madeira entalhados em estilo rococó. Tem a pintura do seu teto e de sua sacristia assinada pelo artista Manuel Vítor de Jesus e um relógio de sol construído em 1725. Criado em pedra sabão, é um dos símbolos da cidade.

Na balaustrada do coro da igreja está um órgão trazido de Portugal em 1788. Às sextas-feiras à noite é possível assistir um espetáculo de luz, com roteiro narrado e de sons produzidos pelo antigo instrumento – os ingressos para o concerto podem ser adquiridos na igreja (tels. 3355 1238). Crianças de até cinco anos não pagam. Boa viagem ao mundo mágico das artes!

 

SERVIÇO

Instituto Mário Mendonça: Largo das Mercês, 149, centro histórico de Tiradentes, tel. (32) 3355 1260, site www.mariomendonça.com.br.

Ateliê e Galeria Sérgio Ramos: Rua da Câmara, 83, centro histórico de Tiradentes, tel. (32) 3355 2690, site www.atelierdoarquiteto.com.br.

Galeria Bichinho – José Luiz Rocha: Rua São Bento, 415, bairro Gritador, Bichinho, Prados, tels. (32) 98509 7748 e (31) 99582 5957.

Matriz de Santo Antônio: Rua Padre Toledo, centro histórico de Tiradentes. Visitação diária, incluindo em feriados, das 9h às 17h.

~ por Fabíola Musarra em Janeiro 10, 2019.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: