Hotel palácio parisiense do século 18 reabre suas portas

Depois de quatro anos em obras e investimentos de 200 milhões de euros, o Crillon, espaço frequentado por dez entre dez jet-setters, é reinaugurado.

Praça da Concórdia em Paris - França - Foto Wikimedia

Para quem gosta de viajar e observar construções e estilos arquitetônicos das cidades que visita, os países da Europa são um prato cheio. Paris, na França, não é exceção. Lar da Torre Eiffel, do Arco do Triunfo e de tantas obras icônicas, a charmosa capital francesa reabriu, no início de julho, as portas do Hotel de Crillon, considerado uma preciosidade da arquitetura do século 18.

Fachada do Hotel Crillon em Paris - Foto Wikimedia

Símbolo do luxo francês daquele século, a construção à época foi realizada pelo arquiteto Ange-Jacques Gabriel. Para quem não sabe, o profissional viveu de 1698 a 1782 e foi neto e filho, respectivamente, dos arquitetos Jacques Gabriel (1630-1686) e Jacques Gabriel 5º (1667-1742). Como o seu pai, Ange-Jacques Gabriel foi o primeiro arquiteto do rei.

Foi sob ordens de Luís 15 que ele assinou os projetos das obras do Petit Trianon, em Versalhes, e da Escola Militar de Paris, além da Praça da Concórdia, um dos mais concorridos postais de Paris, situada bem em frente ao Hotel de Crillon. A proposta original do monarca era de que ali funcionassem órgãos do governo, mas acabou passando por diversas mãos da aristocracia francesa, como nas do conde de Crillon.

Em 1909, o antigo palacete de Crillon foi transformado em Hotel dos Viajantes. Atualmente, a propriedade pertence a um príncipe saudita. E, depois de mais de quatro anos em obras, o empreendimento agora está sendo operado pelo grupo de Resorts e Hotéis de Rosewood, tendo em seu comando o especialista da hotelaria de luxo Marc Peroryctes. Com a sua reinauguração, o hotel ganhou segundo subsolo com SPA e piscina.

Suite do Hotel de Crillon - Foto Divulgação.jpg

Além de seus 124 quartos, o empreendimento agora também disponibiliza 33 suítes, dez das quais tiveram sua decoração interior assinada por grandes estrelas do luxo. Caso de Karl Lagerfeld, estilista da Chanel e da Fendi e um apaixonado pela arquitetura do século 18, que assina o projeto de duas delas. O paisagista Louis Benech, um dos mais conceituados da França, ficou com os projetos dos jardins internos.

Suíte do Crillon - Divulgação.jpg

Mas há muitas outras novidades. Na cozinha a qualidade é garantida pela presença de Machado de Christopher. O renomado chefe retorna ao Crillon, casa onde recebeu em 2011 sua primeira estrela no Michelin. Já o L’Ecrin, principal restaurante do hotel, está com um novo menu, elaborado pelo chefe Christopher Hache, que viajou o mundo inteiro para se inspirar e criar os pratos.

Jardim de Inverno do Crillon - Foto Divulgação.jpg

Claro que não é todo mundo que pode se hospedar em um hotel com esse padrão. Mas, mesmo que você não seja um deles, se estiver em Paris, vale a pena dar e uma esticada até o Crillon. Em seu jardim de inverno, você pode tomar um café saboreando uma das delícias criadas pelo premiado chefe patissier Jérôme Chaucesse, enquanto observa o vibrante vaivém da Praça da Concórdia. Por sinal, com a reabertura do hotel, a praça e seu conjunto arquitetônico estão mais bonitos do que nunca!

Fonte da Praça da Concórdia em Paris - Foto Wikimedia.jpg

SERVIÇO – Hotel de Crillon – 10 Place de la Concorde, 75.008, Paris, França, tel.  (33) 1 44 71 15 00, site http://www.rosewoodhotels.com.

 

Anúncios

~ por Fabíola Musarra em Julho 17, 2017.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: