Itirapina, um mar de água doce em São Paulo

Beira da Represa do Broa.JPG

Distante 214 km da capital paulista, a cidade atrai os fãs do ecoturismo e os mortais que apenas querem fugir da agitação dos centros urbanos e desfrutar de momentos de paz na natureza, curtindo as águas clarinhas de uma linda represa

Por Fabíola Musarra         Fotos: Demétrio César Xavier

Localizada dentro da área de preservação ambiental de Corumbataí, Itirapina é uma bucólica cidadezinha do interior de São Paulo cercada por morros, vales, lagos, rios, cachoeiras e reservas florestais. Com pouco mais de 17 mil habitantes, o município situado a 35 km de Brotas é o endereço certo para quem gosta de conviver com a natureza, a quem oferece incontáveis atividades, desde admirar o pôr do sol às margens da Represa do Broa e se aventurar em esportes radicais até embarcar em um passeio de volta ao passado.

Mosaico de cenas da região de Itirapina, no centro geográfico do Estado de São Paulo

Contornada por múltiplos tons de verde, Itirapina tem na represa que a banha a sua principal vedete. Às suas margens, fica o Balneário Santo Antônio, uma despoluída praia de água doce e bem clarinha, onde você pode nadar e curtir gostosos mergulhos. Elas também são perfeitas para quem pratica jet ski, canoagem e outros esportes náuticos.

Itirapina - abre

Já a sua extensa faixa de areia é ideal para quem quer descansar, pegar uma cor ou apenas desfrutar de bons momentos ao lado da família.  Independentemente de sua opção – relaxar ou se aventurar pelas águas –, saiba que o balneário oferece completa infraestrutura aos visitantes (e olhe que não são poucos, recebe três mil turistas a cada fim de semana). Tem marina, salva-vidas, pronto socorro, bares, sanitários públicos, telefones e estacionamento.

Esportes náuticos na Represa do Broa.JPG

A represa é a vedete, sim. Porém, não é a única estrela de Itirapina. Como fica na Cuestas Basálticas, uma região do Estado de São Paulo de relevo irregular com encostas íngremes que se contrapõem às terras mais baixas, a cidade de paisagens exuberantes e tão distintas tem no turismo de aventura e no rural outros de seus pontos altos.

Em seus arredores, o Parque Cachoeira do Saltão (www.saltao.com.br), uma propriedade particular aberta à visitação pública, é o point para quem é adepto das emoções fortes. Com 220 mil metros quadrados, abriga cachoeiras, mirantes, serras, rios, cavernas e trilhas.

ESCALADA.JPG

Em seu interior, você pode se hospedar em um simpático chalé ou acampar em meio à natureza, praticar cascading, canionismo, rafting, mountain bike e motocross. Pode ainda embarcar na tirolesa do Mirante das Águas, sobrevoando 1.300 m de pura adrenalina.

Cachoeira do Saltão, uma das atracões de Itirapina

Para os menos aventureiros, o parque reserva passeios náuticos, pesca esportiva, cavalgadas e trilhas, além de relaxantes duchas em suas cachoeiras. A mais alta delas é a do Saltão. Tem queda d’água de 75 m e é a que conta com melhor infraestrutura para receber turistas. As outras cachoeiras são a Ferradura (47 m) e Monjolinho (12 m).

Hipica - Itirapina.jpg

Também as chácaras particulares de Ubá e a Reserva Florestal da Fazenda do Estado, mais conhecida como Fazendinha, são atrações de Itirapina. Mantida pela Secretaria do Meio Ambiente, esta última é uma Estação Experimental onde são desenvolvidas pesquisas científicas e de educação ambiental.

Não deixe de dar um pulinho até lá. A Fazendinha abriga uma pista da saúde com cerca de 2.500 m e trilhas de educação ambiental. Ao percorrê-las, você vai aprender muito sobre os dois temas, além de desfrutar de ar puro e de paisagens fantásticas.

Pôr do sol em Itirapina - SP.JPGBriga santa – Se você é uma pessoa que gosta de conhecer a origem e o passado do lugar que está visitando, vá até Itaqueri da Serra. Fundado por imigrantes da portuguesa Ilha da Madeira em 1839, o distrito deu origem à atual Itirapina e preserva até hoje sua riqueza histórica e cultural – abriga construções do século 19 e do início do século 20, como a Capela Nossa Senhora da Conceição, padroeira da cidade.

A história desta pequenina igreja, na realidade, se confunde com a de Itirapina – também começou a ser erguida pelos portugueses em 1839 e ainda guarda a imagem da santa e a pia batismal entalhadas em carvalho trazidas pelos imigrantes pioneiros. Passou por várias reformas e hoje exibe características renascentistas, neoclassicistas e barrocas.

Por falar em Nossa Senhora da Conceição, longe de ser o símbolo da paz oferecida aos fiéis que a ela recorrem, a santa foi protagonista de um curioso episódio em um passado nem tão distante. Foi em 1871, quando Itaqueri da Serra foi elevada a distrito.

Vegetação típica de Itirapina.JPG

O acesso até o vilarejo não era nada fácil, o que fez surgir Itaqueri de Baixo e marcou o início de uma “guerra” pela posse da padroeira. A disputa envolveu sucessivos roubos e conflitos entre os dois povoados. Para impedir que os moradores “de baixo” se apropriassem da imagem, os habitantes “de cima” deixavam sentinelas vigiando a igreja. A briga só terminou após a interferência de um padre.

A santa? Está na Igreja de Itaqueri da Serra, onde acolhe os fiéis até hoje. Quanto a Itaqueri de Baixo, o surgimento da Estação de Ferro e o movimento comercial por ele propiciado fizeram os moradores se mudarem para uma nova vila, a Freguesia do Morro Pelado, que mais tarde passaria a se chamar Itirapina, palavra que significa “morro pelado” em tupi.

Dormir e comer – Itirapina pertence ao Circuito Turístico Serra de Itaqueri. Possui restaurantes, muitos deles na zonal rural, onde você vai se deliciar com os sabores da gastronomia local e com os pratos típicos de fazenda, preparados no fogão à lenha.

Represa do Broa.jpg

Itirapina também oferece boas opções de hospedagem, desde hotéis e pousadas até resorts que são verdadeiros clubes. Caso do Broa Golf Resort, que fica no condomínio residencial Vila Pinhal. Por sua área de mais de mil metros quadrados espalham-se lagos, árvores nativas, quadras de tênis e campos de golfe, de paintball e de futebol, além de chalés, restaurante, bar, piscina e muito mais.

Paintboll

Também aqui a represa é a principal estrela. De seu píer partem imperdíveis passeios de lancha, enquanto nos quiosques da orla da “praia”, você pode tomar sol, nadar, fazer caminhadas, andar de bike. Tem ainda a opção de se aventurar em uma tirolesa, caindo nas doces águas da represa.

Tirolesa em Itirapina.jpg

Se você ainda não sabe, mas tem interesse em praticar arco e flecha, o resort disponibiliza instrutores para te treinar. No campo de golfe também é oferecida uma clínica, com um profissional que vai te ensinar os conceitos do esporte e como é jogar uma partida na prática. Ou melhor, no campo.

O resort abriga ainda uma hípica, onde você pode selecionar um dos mansos cavalos e sair cavalgando pela enorme propriedade. Outra atividade legal é embarcar em um divertido trenzinho. O passeio só acontece aos fins de semana e conduz ao hangar, onde fica o Museu de Aeronaves.

TRENZINHO.JPG

Criado pelo já falecido empresário e piloto Fernando de Arruda Botelho, acionista da Camargo Correa, o museu reúne antigos modelos, cada um deles acompanhado por um painel contendo uma cronologia e explicações de quando e de como o avião era usado.

Museu de Aviação 1

Se você tem crianças, pode contar com a colaboração dos monitores do resort. Além de um engraçado karaokê noturno, eles logo cedo convocam os pequenos para participar de variadas atividades. Entre as opções, jogo de xadrez e damas em tamanho gigante e esportes em quadra.

Pôr do sol na Represa do Broa.JPG

Por último, se você já está planejando viajar nas férias, saiba que o resort oferece pacotes com refeições completas. Dependendo da data, oferece ainda uma cortesia para uma criança de até 12 anos, desde que acomodada com os pais. Informações: www.broagolfresort.com.br

~ por Fabíola Musarra em Janeiro 24, 2016.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: