Visconde de Mauá, paraíso entre o Rio e Minas

Pousada Aldebaran1

Se o dinheiro anda curto, mas a vontade de cair na estrada é grande, a dica é aproveitar um fim de semana (ou mais) e rumar ao Sudeste do País, onde você pode conhecer

dois Estados brasileiros em uma única viagem. Sim, esse lugar existe e tem nome: a    belíssima região de Visconde de Mauá (RJ) e Maringá (MG). Como é cortada pelo Preto, basta você atravessar a ponte sobre o rio para pisar em terras cariocas. No sentido inverso, conhece os encantos do solo mineiro.

maua2

Se decidir ir para lá, saiba que você vai adorar atravessar a ponte inúmeras vezes e bater pernas por Maringá, passeando tanto pelo lado carioca, com simpáticas lojinhas, quanto pelo mineiro, onde predominam os restaurantes e as pousadas.

maua4

Travessias à parte, a região é, de fato, integrada por três vilas:  a de Visconde de Mauá e a de Maromba, no Rio, e a de Maringá, nas Gerais.

Por ser a primeira a ter sido criada, Visconde de Mauá é a mais movimentada. Além da igreja e de antigos casarões, concentra a maior parte do comércio e dos serviços, abrigando ainda o Centro Cultural, onde são realizados os eventos culturais da região.

maua5

Já Maromba preserva o modo de vida alternativo da década de 1970, quando muitos hippies ali se instalaram. Nem é preciso andar muito para testemunhar o clima zen que ali impera – por suas ruas multiplicam-se artesões, transados ateliês de arte e lojinhas de artesanato.

Não muito longe dali, o centrinho repleto de coloridas lojas e o boulevard da Avenida Gastronômica , com seus  bistrôs,  restaurantes e cervejarias artesanais, imprimem um clima romântico à charmosa Vila de Maringá.

Independentemente de suas características, as vilas situadas no alto da Serra da Mantiqueira e observadas de perto pelo Pico das Agulhas Negras são parada obrigatória para os amantes da natureza e também para apaixonados que desejam viver momentos mágicos de absoluta paixão.

maua3

Circundada por imponentes montanhas e com o ar puro e o friozinho típicos serranos, a região abriga naturais pontilhados por mais de 100 cachoeiras de águas limpinhas.

Com paisagens de irretocável beleza, a região é, por si só, um convite para uma inesquecível viagem a dois. E nada melhor para namorar do que se instalar em uma bucólica pousada – a região possui quase 90 delas, oferecendo alternativas de hospedagem para todos os gostos e bolsos.

Pousada Aldebaran2

Em Maringá (MG), a Pousada Aldebaran (www.aldebaran.com.br) é uma delas. Com nove aconchegantes chalés, oferece idílica e privilegiada vista das montanhas e de seus arredores, além de quartos equipados com lareira, hidromassagem, sauna, cama com lençol térmico e tevê, entre outras mordomias.

Pousada Aldebaran

Formas e quedas – Mas, você certamente não veio até aqui só para namorar. E há muito o que explorar nas vilas, a começar pelos revitalizantes banhos de cachoeira. Com diferentes formas e quedas de água, elas brotam e pipocam nestes solos. A 3 km da Vila de Maromba, por exemplo, fica o Escorrega, o trecho mais famoso e frequentado do Rio Preto.

Cachoeira do Escorrega1

A cachoeira é um tobogã natural de 30 m formado por uma pedra lisinha. Se estiver a fim de encarar um desafio, é só mergulhar nas águas quase sempre geladas da piscina natural – lembre-se que está ao pé de uma serra e a mais de mil metros de altitude.

Para aquecer depois do banho, a pedida é o deque sobre o rio, onde funciona um bar que serve petiscos e bebidas, algumas delas quentinhas.

Se gostou do desafio nas águas, é bom saber que também no território mineiro encontrará fascinantes conjuntos de cachoeiras, como o dos Gigantes, com as maiores quedas de água da região, e o Complexo Corredeiras.

Visconde de Mauá- piscina natural

Para conhecer o primeiro circuito, você vai precisar de quase um dia inteiro, do auxílio de guias e uma boa dose de disposição. Mais fácil, é visitar o Complexo Corredeiras, no Vale do Alcantilado, o lar de lindíssimas cachoeiras. O acesso a elas é feito por trilha bem sinalizada e dispensa a companhia de guias.

O complexo conta com bar, restaurante, boia-cross, piscina natural e trilhas, além de arvorismo, escalada e tirolesa, que são cobrados à parte. No mesmo lugar funciona o Museu Duas Rodas (www.museuduasrodas.com.br), com acervo de motos, ciclomotores, bicicletas e outros veículos do gênero.

Aos fins de semana, o lugar conta com feira de artesanato

Ainda no lado mineiro de Visconde de Mauá, você pode visitar o Parque Ecológico Cachoeiras do Santuário. Situado no Vale da Santa Clara, a um quilômetro da Cachoeira da Toca da Raposa, possui dez cachoeiras com águas cristalinas e trilhas bem sinalizadas e um bar.

E se a ideia é mesmo conhecer um pouco mais  do circuito das cachoeiras, vale a pena dar uma esticada até o Córrego das Cruzes. Ele nasce no Parque Nacional do Itatiaia, corta o Vale das Cruzes e deságua no Rio Preto (altura da Estrada Parque RJ-151, km 1). Possui águas translúcidas e piscinas naturais. Pelas suas margens se revezam araucárias, manacás da serra e quaresmeiras entre outras espécies endêmicas da Mata Atlântica.

Adrenalina –Se você é fã das emoções fortes, a região é o seu número. Oferece incontáveis atividades radicais, desde rafting e canoagem até treckings em elevados picos.

arredores de Mauá

Se, ao contrário, a adrenalina não é o seu forte, pode optar por fazer algo mais tranquilo, como trilhas mais suaves e cavalgadas. Agências de turismo locais oferecem essas e muitas outras atividades. A Remorini Turismo de Aventura (www.remoriniaventuras.com.br ), na Vila de Maringá, por exemplo, realiza roteiros ecológicos e de aventura pela região com atividades para todas as idades. Entre elas, boia-cross, rapel, escaladas e trilhas, inclusive no Parque Nacional do Itatiaia.

Maua - 4x4

Já a T&T Adventures (www.visitemaua.com/ttadventures) oferece tours em veículos 4×4 off-road pela região, inclusive ao Pico das Agulhas Negras e à Pedra Selada, a 1.755 m de altitude.

Por sua vez, a Rent a Horse (www.cavalgadasviscondedemaua.com), em Campo Alegre, disponibiliza passeios diários com diferentes espécies de cavalo, com duração variada.

Rent a Horse - Mauá

Delícias regionais – Ponto alto da gastronomia da região são as trutas, presentes em quase todos os cardápios dos restaurantes.

O peixe é tão apreciado naquelas bandas que tem até um festival: a 13ª Temporada da Truta, que neste ano acontece até o dia 15 de novembro envolvendo os restaurantes das vilas.

Protagonistas da maioria dos menus locais também são o tutu-de-feijão, a costelinha de porco e pratos que incluem linguiças caseiras, pururuca,  mandioca, pernil, tradicionais ingredientes da culinária mineira.

Depois de experimentar os pratos típicos, você dificilmente vai resistir a fazer umas comprinhas de produtos regionais. Em Maringá, a dica é o Armazém da Vila, que vende pastas de truta e salmão, licores e cachaças, entr outras delícias feitas artesanalmente.

Em Mauá, no O Fino da Roça, você também encontra dezenas de produtos típicos da região, desde linguiça de trutas, geleias, queijos e biscoitos caseiros até vinhos e artigos nacionais e importados. Se você gosta de doces, não deixe de dar um pulo até a fábrica Bolo Húngaro, que funciona na pousada de mesmo nome (www.pousadadobolohungaro.com.br), em Mauá. Com massa que leva canela, passas, nozes, castanha-do-pará e açúcar mascavo, o bolo é insuperável e você vai adorar.

Tudo que é bom acaba. Sua viagem também não vai durar para sempre. Hora de ir embora, mas não antes de acrescentar à bagagem as idílicas paisagens captadas pelo seu olhar neste dias de sonho. Bom retorno!

~ por Fabíola Musarra em Outubro 25, 2015.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: