Normandia revive o Dia D

Normandia

Por Fabíola Musarra

Quem é apaixonado por história tem um bom motivo para viajar até a Normandia. Situado às margens do Canal da Mancha, ao Norte da França, o país foi palco de uma das maiores batalhas da história: o Dia D, como também ficou sendo conhecido o confronto mundial ocorrido há exatos 70 anos, quase no fim da Segunda Guerra Mundial (1937 a 1945).

Desembarque dos aliados na Normandia, Dia D (foto original)A Operação Overlord, como é o outro codinome do Dia D, aconteceu no dia 6 de junho de 1944, data em que mais de 150 mil soldados de países aliados desembarcaram nas praias da Normandia com o intuito de libertar a França e demais
territórios da Europa Ocidental da ocupação nazista.

O confronto mundial envolveu quase três milhões de soldados e só terminou no dia 21 de agosto, depois de 77 dias de combates, com a retomada do Penhasco Gap pelas tropas dos países aliados. Nas praias do litoral francês, os aliados estabeleceram uma sólida base, o que permitiu a entrada de mais tropas para continuar a retomada dos países ocupados pela Alemanha.

O Memorial de Caen, na Normandia, para a memoria da Segunda Grande Guerra

Para “reviver” esse período histórico e transmitir às novas gerações a memória dos trágicos episódios ocorridos há 70 anos, a Normandia preparou uma extensa programação.

As iniciativas incluem visitas às praias históricas de pouso dos aliados, às ruínas da Muralha do Atlântico (a linha de defesa das tropas nazistas, que se estendia desde a fronteira franco-espanhola até a Noruega) e ao Memorial de Caen (www.memorial-caen.fr), na cidade de Caen.

Comemorações do 70o aniversário do Desembarque dos Aliados na NormandiaA programação compreende ainda exposições em museus locais e a exibição de filmes sobre a Batalha da Normandia, além de lançamentos de aplicativos que revivem os violentos dias das batalhas entre os paísesaliados e os nazistas. Para obter mais detalhes sobre a programação, acesse: www.the70th-normandy.com/evenements/evenements-labelises.

Arte e gastronomia – Museu a céu aberto da história, a Normandia é um lugar que merece ser visitado não só por ter sido palco do Dia D, mas também pela sua ostensiva beleza e excelente gastronomia – os franceses são extremamente exigentes quando o assunto é culinária.

Se você também é amante de pratos elaborados com muito sabor e capricho, o que acha de aperfeiçoar seus conhecimentos a bordo do cruzeiro fluvial “Paris e Praias do Desembarque na Normandia”, da Avalon Waterways, com saídas promocionais em março e abril de 2015.

Detentora do título de “região da alta cozinha francesa” e berço dos queijos camembert, brie, roquefort, pont-l’évêque, livarot e do cremoso neufchâtel, cujo início de produção data do século 11, a Normandia abriga inúmeras preciosidades gastronômicas, como as alcachofras e o calvados, uma bebida destilada produzida a partir da sidra, além dos crepes e frutos do mar – a região é a maior produtora de ostras da França.

A bordo do cruzeiro, um chef vai te conduzir pelo sedutor mundo da gastronomia normanda, ensinando as peculiaridades, as especiarias e o preparo de imbatíveis receitas da região. A viagem de oito dias começa e termina em Paris, na França.

 

Monet e Van Gogh – Da capital parisiense, o navio segue pelo Rio Sena em direção a Vernon. Ao chegar à cidade, você pode optar entre dois passeios guiados: Giverny, onde estão a casa, os jardins e as obras de arte de Claude Monet, que ali viveu por mais de 40 anos. A outra opção é a visita ao Castelo Bizy, o “Versalhes da Normandia”.

Após o almoço, o destino é Les Andeles, com uma parada para você conhecer o Castelo Gaillard, de 1196. Construído por ordem do rei da Inglaterra, Ricardo Coração de Leão, essa obra-prima da arquitetura medieval é considerada um dos mais belos postais da França.

Enquanto, a bordo, você e os demais passageiros recebem informações sobre as delícias locais e as saboreiam, o navio segue para Caudebec, onde fica aportado por dois dias. Nesta cidade produtora do queijo camembert, você tem a opção de fazer uma excursão pela Route des Chaumières, com suas casas de estilo arquitetônico enxaimel, tradicional da região normanda. Ou ainda, se preferir, pode conhecer a Abbey, a antiga abadia beneditina considerada um dos mosteiros mais importantes do mundo ocidental.

Honfleur, festa de cores e luzes

A tarde é livre para você explorar os encantos da região. Você pode, por exemplo, conhecer o lugar do histórico desembarque de forças europeias e norte-americanas, o palco do Dia D, durante a Segunda Guerra Mundial. Outra possibilidade é fazer um passeio opcional à vila costeira de Honfleur, inspiração de artistas impressionistas, como Eugène Boudin, Gustave Coubert e Claude Monet.

E se quiser permanecer em Caudebec, uma região essencialmente agrícola, a dica é percorrer suas ruas saboreando os diferentes produtos que compõem a riqueza da culinária francesa, como os derivados de leite, grãos e temperos.

A Torre do Relógio, em Rouen, Normandia

O próximo destino é Rouen, capital da Normandia e cidade onde Joana D’Arc foi levada à fogueira em 1941. Em Rouen, você vai fazer um passeio guiado ao bairro medieval, onde prevalece o estilo arquitetônico enxaimel e há um relógio astronômico, o Gros Horloge, que remonta ao século 16.

Outro atrativo imperdível de Rouen é a catedral gótica. Essa construção, no passado, ostentou o título de edifício mais alto do mundo e foi inspiração para o pintor francês Claude Monet, um dos principais expoentes do impressionismo.

 

Eterna Cidade Luz – Depois, você vai desembarcar em Conflans, para fazer uma excursão guiada até Auvers-sur-Oise, cidade onde viveu Vincent van Gogh. No sexto dia de viagem o navio retorna a Paris. Na capital francesa, onde você tem duas noites e um dia para conhecer ou rever alguns dos principais cartões-postais da cidade.

A Catedral de Notre Dame, o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel são alguns deles. Embora seja uma atração bem direcionada aos turistas (muitos franceses nunca fizeram o passeio), embarcar em um dos barcos existentes às margens do Rio Sena, navegando pelas suas águas à noite, quando a Eiffel se veste de magia e ainda mais luz, é algo inesquecível.

O cabaré Moulin Rouge permanece como uma das atrações de ParisPor falar em noite, você pode ir ao boêmio Quartin Latin, uma animada área próxima à Universidade de Sorbonne, frequentada por estudantes e artistas. Outra possibilidade é fazer um programa opcional para assistir a um show no famoso cabaré Moulin Rouge.

De qualquer modo, não faltam atrações em Paris, incluindo simplesmente andar a pé por suas ruas, observando seus jardins e canteiros floridos, sua arquitetura e romântica iluminação. Contudo, desvendar os mistérios ou rever a eterna beleza da Cidade Luz é sempre uma experiência única.

O cruzeiro custa a partir de US$ 2.449 por pessoa e oferece um desconto de US$ 1 mil para o casal, em cabine dupla, válido para reservas feitas até o próximo dia 30 de setembro.

~ por Fabíola Musarra em Agosto 24, 2014.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: