Movido a ideias

Maurício Curi é o novo embaixador do TEDx no Brasil, braço nacional da rede global TED. Nos próximos dois anos, tem pela frente o desafio de instigar os brasileiros a espalhar ideias capazes de mudar o planeta

Por Fabíola Musarra – texto publicado na Revista Inovação!Brasileiros 

À primeira vista, Maurício Curi parece ser um homem tranquilo. Mas por trás da aparente calma habita um turbilhão de ideias. Dinâmico e empreendedor, Curi pode ser traduzido como um multitarefa: é CEO da Educartis, empresa de serviços no segmento de inteligência coletiva, e organizador do TEDxVilaMadá, considerado um dos sete núcleos mundiais mais ativos na área de inovação. Ao assumir a representação do TEDx no Brasil, o paulistano mostra a que veio: “Com a minha nomeação, fiquei mais alucinado em espalhar ideias que podem transformar o mundo positivamente.”

Maurício Curi

Aos 47 anos, ele terá de se empenhar na divulgação e ampliação de um movimento que atua em mais de 800 cidades de 126 países. Nada mal, considerando que o TEDx é movido pela força de voluntários que têm um objetivo quase utópico: mudar o mundo a partir do valor das ideias. Seus embaixadores são escolhidos pela equipe do TED (o nome é formado pelas iniciais de Tecnologia, Entretenimento e Design), uma organização sem fins lucrativos fundada em 1984 pelos norte-americanos Richard Saul Wurman e Harry Marks.

Com quatro iniciativas – TEDConferences, TEDTalks, TEDPrize e TEDx –, a organização internacional pretende transformar sua filosofia Ideas Worth Spreading (ideias que merecem ser espalhadas) cada vez mais em realidade. Sua ferramenta: divulgação em vídeo via web de todo o conteúdo gerado nas conferências que rolam no mundo. No Brasil, esses encontros, que acontecem desde 2009, chegaram aqui pelas mãos do mineiro Helder Araújo, um dos homens por trás da Webcitizen, plataforma digital na qual usa comunicação, design, antropologia e pesquisa para estimular o civismo.

Além de promover o diálogo e incentivar pessoas, comunidades e empresas a organizar eventos presenciais e virtuais no estilo TED, Curi terá ainda de promover a integração da comunidade brasileira de organizadores de TEDx, instigando seu envolvimento com questões que superam as fronteiras e são discutidas nos eventos globais. “Estou indo para Doha, capital do Catar, onde teremos um encontro com 700 outros organizadores TEDx e discutiremos ações integradas.”

Maurício Curi - embaixador do Tedx no BrasilAntes de partir, ele antecipa os primeiros passos que dará para a ampliação do número de TEDx no Brasil: mobilizar comunidades paulistanas, como Capão Redondo e Heliópolis, para que também realizem TEDx locais. “Assim como o TEDxVilaMadá, acredito que cada região tem seu DNA, cujos ideais podem servir como fonte de inspiração.”

Prestígio mundial – No fim de 2011, o trabalho desenvolvido no TEDxVilaMadá foi reconhecido pelo TED e pelos organizadores dos TEDx globais, como um dos sete eventos mais inovadores do mundo.  “O Brasil é um dos países que lideram esse movimento. Temos mais de uma centena de organizadores de TEDx e estão previstos mais de 50 eventos para 2012”, diz Curi. Ele, aliás, orgulha-se de ser da Vila Madá (apelido do bairro Vila Madalena, zona oeste de São Paulo). É ali que ele não apenas mora, mas também trabalha – desde o início e não por acaso, a Educartis e o TEDxVilaMadá sempre ocuparam as ruas da região. Este último existe desde 2009, quando Curi decidiu fazer algo impactante na área. Conversou, então, com a equipe do TED e propôs aos colegas da Educartis liderarem um movimento local. “Em dezembro de 2009, fizemos o primeiro evento e não paramos.”

O evento pioneiro tinha como tema Capital Humano em Redes Sociais – O Poder do Coletivo e foi realizado em um espaço que até então estava abarrotado de arquivos mortos da Escola Estadual Carlos Maximiliano, à época prestes a ser fechada. Para impedir que isso ocorresse, comunidade e empresas do bairro, professores, alunos, pais de alunos e ex-alunos se uniram, conseguindo dar os primeiros passos rumos à revitalização da escola. O antigo “salão” abandonado, agora reformado, transformou-se no atual Teatro da Vila, palco dos eventos do TEDxVilaMadá.

Orquestrado pela Educartis, o TEDxVilaMadá é independente, sem fins lucrativos e de caráter social. Seus eventos presenciais também são transmitidos ao vivo no site http://www.tedxvilamada.com.br, atualmente com mais de seis mil membros. Com duração de três horas, são temáticos e acontecem sempre na última quinta-feira do mês, quando cinco pensadores de diversas áreas compartilham suas ideias. A participação é gratuita e os presentes são convidados a contribuir por meio de doações. Toda a arrecadação é revertida para a reestruturação do Teatro da Vila. Para participar, é preciso se inscrever no site. Depois, essas apresentações são publicadas no acervo de palestrantes internacionais do TED (TED.com), no canal do YouTube.

Outra ação inovadora do TEDxVilaMadá é a realização de webcasts semanais com transmissão on line, sempre às terças-feiras, das 17 horas às 18 horas. O último, realizado em março, abordou o tema Questões Globais de Acesso à Saúde. No bate-papo virtual, Roberto Kikawa, médico gastroenterologista, e Berenice Goelzer, engenheira civil e higienista ocupacional, falaram sobre a saúde no Brasil, o desenvolvimento da poliomielite, a malária e o HIV.

Ser uma usina ideias não é fácil. A jornada de trabalho de Curi começa logo cedo. Levanta às 6 horas e dorme por volta das 23 horas. Tem ainda de dividir seu tempo com as filhas Dani e Bia.  Para dar conta de tudo, ele dedica dois dias da semana ao TEDx, trabalho voluntário e não remunerado, cujos resultados acumulados são sociais e, talvez por isso, mais valiosos em um planeta múltiplo em transformações aceleradas. “Acredito que esse seja o papel de cada cidadão. Não basta estudar, se formar, trabalhar e enriquecer. Tudo isso só faz sentido se você compartilhar essas riquezas.”

Para Curi, sociedade, empresas, governo e entidades de educação já começam a perceber o potencial de mudança desse movimento e o quanto ele tem mobilizado pessoas em centenas de países. Nosso zeitgeist (espírito do tempo) exige um desenvolvimento mais humanitário, inclusivo e capaz de unir diferentes frentes de ação, inteligência e tecnologia, para construir sociedades mais justas.  “Por isso, pretendo intensificar o que faço. Gerar mais e para mais pessoas. Na Vila e até onde pudermos estender nossas ações”, conclui.

Boa sorte, Curi. Nosso planeta agradece.

Anúncios

~ por Fabíola Musarra em Maio 2, 2012.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: