Coração do vale

Gaspar, em Santa Catarina, reúne incontáveis atrativos turísticos, excelente gastronomia e preciosos tesouros herdados dos imigrantes que a colonizaram

Por Fabíola Musarra

Situada no Vale do Itajaí, Gaspar está entre as mais bonitas cidades do Vale Europeu. Sua colonização começou no século 17, com os paulistas vicentistas que chegaram à procura de ouro e madeira. Antes deles, os índios botocudos, mais tarde dizimados, já viviam na região. Nos séculos 18 e 19, a vinda de europeus, sobretudo dos alemães, italianos e açorianos, impulsionou o desenvolvimento socioeconomico do município, imprimindo-lhe fortes influências de seus costumes e tradições.

A encantadora cidade, ainda hoje, é a soma dessas três culturas. Basta caminhar por suas ruas e observar a arquitetura de suas construções coloniais e os coloridos canteiros de flores que se multiplicam por suas esquinas. Ou ainda, sentir o delicioso aroma exalado por suas confeitarias, onde imperam os doces e salgados dos cafés coloniais, uma das típicas tradições europeias que se espalharam por todo o País.

Além dos costumes, esses povos criaram espaços específicos para se instalar: os açorianos no centro e no Barracão, os italianos na Vila D’Itália, em Gasparinho, e os alemães na Rota das Águas, em Belchior. Por falar nesta rota, ela é integrada por nove parques aquáticos, com piscinas e tobogãs para todos os gostos. Inclui ainda vários pesque-pagues, cuja diversidade de peixes fazem a alegria dos amantes da pesca.

Gaspar, porém, é tudo isso e muito mais. Com boa estrutura turística, conta com atrativos naturais, históricos e culturais para todas as idades. Diante de tudo isso, não é difícil entender o motivo de ela ter sido intitulada a cidade “Coração do Vale”.

Você sabia?

Está em Gaspar? Então, faça um pit stop na Igreja Matriz São Pedro Apóstolo e desfrute do deslumbrante cenário proporcionado pela paisagem que emoldura o rio Itajaí-Açu, que banha a região. Cartão-postal da cidade, a igreja em estilo gótico possui 115 degraus, belíssimos vitrais e uma máquina que impulsiona os seus oito relógios. Em seu exterior, uma gruta expõe as passagens percorridas por Cristo na via-crúcis. Fica na rua Coronel Aristiliano Ramos, s/nº, centro, tel. (47) 3332 0642.

Visite também a Vila D’Itália. Localizada na parte mais alta do município, a região foi colonizada por italianos, cujos descendentes ainda por ali vivem em graciosas casas coloridas. A extensa área verde e lindas cachoeiras são um charme a mais do lugar.

Onde comer

Restaurante e Buffet Casa D’Tchelli, rua Coronel Aristiliano Ramos, 453, centro, tel. (47) 3332-8235.

Restaurante Blumenau, rua Anfilóquio Nunes Pires, 231, Figueira, tel. (47) 3332-2004.

Churrascaria Recanto, rua Anfilóquio Nunes Pires, 5.315, Bela Vista.

Onde ficar

Fazzenda Park Hotel, rua João Matias Zimmermann, 2.299, Gasparinho, tel. (47) 3397 9000, www. fazzenda.com.br

 Hotel Pousada Carolina, estrada da Carolina, 600, Belchior Alto, tel. (47) 3397-8558, www.hotelpcarolina.com.br

Hotel e Restaurante Gaspar, av. Deputado Francisco Mastella, 250, Sete de Setembro, tel. (47) 3332 0138.

Hotel e Restaurante Rauls, rua Itajaí, 552, centro, tel. (47) 3332 2252, http://www.hotelrauls.com.br

Anúncios

~ por Fabíola Musarra em Maio 28, 2011.

2 Respostas to “Coração do vale”

  1. Uma dos melhores textos sobre este assunto, obrigado por compartilhar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: